terça-feira, 31 de outubro de 2017

Finado. Finito. Fine

As pessoas temem mais a morte do que a dor. É estranho que tenham medo da morte. No ponto da morte, a dor acaba.

                                          Jim Morrison






Perdeu -se a tradição de honrar os mortos. Outra coisa não seria de esperar de uma sociedade que não honra os vivos.

Morrer é omqué afinal? Uma passagem para a outra margem ou um simples apagar de luz?

A verdade é que a morte  é o preço que temos que pagar pelos dias que vivemos.

Nunca me disse nada,o dia de finados. Mesmo quando íamos em romaria familiar depositar braçadas de crisântemos. 



Aos  nossos vivos devemos todos os desvelos , respeito e consideração. Aos nossos mortos devemos a vida e muitas das lembranças alegres e felizes que estão ficamente guardadas na memória do  nosso disco rígido.

Pode ter sido um adeus, ou um até já.

Aguardemos pois

https://youtu.be/tY7Lcu8RdaA

2 comentários:

  1. Do Dia de Finados a memória que mais conservo é a das visitas ao túmulo do meu irmão que nunca conheci.

    ResponderEliminar
  2. Quando era pequena, era um dia no cemitério da Ajuda, a lavar, limpar e encher de flores campas e gavetões. Fazia-me confusão e medo. Honrar os mortos, está em nós é nas nossas memórias, não em decorar pedras tumular. Também tinha o seu quê de social, de convívio. Não me lembro de ver fosse quem fosse a chorar. Era apenas algo enraizado na tradição onde tinha que se ir ...

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva