segunda-feira, 20 de junho de 2016

Viagens na Minha Terra

A cidade não é um lugar. É a moldura de uma vida. 

Mia Couto









Em cada esquina te vais 
Em cada esquina te vejo 
Esta é a cidade que tem 
Teu nome escrito no cais 
A cidade onde desenho 
Teu rosto com sol e Tejo 

Manuel Alegre





Nasci em ti à sombra da Memória, num dia sufocante de um mês estival num ano aprisionado.
Cresci e vivi em ti toda a minha vida.
Conheço-te a cor, o sabor e o aroma, aquele cheiro de maresia e sol, que aflora um sorriso aos lábios mais carrancudos.
Em ti procriei, chorei e ri.
Em ti encontrei a minha felicidade, a que cada um busca para si, aquela que não se sonha, mas se constrói.

Posso correr mundo, mas volto sempre para ti, porque és tu o meu porto seguro, a minha casa, a minha mãe.
Alenta-me a ideia de que um dia seremos uma só e que guardarás bem guardado o meu último suspiro.


Lisboa

Lumen et Mare, ad te insanis


























(Todas as Fotos por MD Roque )