terça-feira, 29 de dezembro de 2015

Mudar a mudança

"É preciso que tudo mude para que tudo continue como está"


Giuseppe Tomasi di Lampedusa



Lei é da Natureza 
Mudar-se desta sorte o tempo leve: 
Suceder à beleza 
Da Primavera, o fruto; à calma, a neve;
E tornar outra vez, por certo fio, 
Outono, Inverno, Primavera, Estio.

Luis Vaz de Camões








Tantos foram os segundos, aos milhares, aos milhões que passaram em voo célere.
Tantos os que partiram e deixaram dor e saudade.
Tantos os que chegaram para dar calor a almas frias,  almas habituadas aos hábitos. 

Tanto foi o mal.
Tanto foi o bem.



Porque ainda há bem nos homens.
Porque a mudança pode ser uma realidade. Podemos mudar e sermos sempre iguais a nós próprios. Mudar não significa perder a identidade, mas sim fortalecer o carácter e aprender a conhecer-se mais e melhor.






É um voto para o ano que se avizinha.
Que os homens mudem, não esteticamente, mas que recuperem aquilo com que todos nascem e muitos perdem com as agruras do tempo e da vida, uma consciência sã.




Bom 2016

( Todas as fotos por MD Roque)