quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Viver a Fábula - Parte 4 - Reencontramo -nos

"É a cidade dos espelhos, a cidade das miragens, ao mesmo tempo sólido e líquido, em vez de ar e pedra."
Erica Jong



"Toda vez que eu descrever uma cidade,
 estou dizendo algo sobre Veneza- disse Marco Polo"

Italo Calvino



Desponta o sol e as águas conferem às pedras milenares cores  alegres com formas dançantes, que oscilam com os movimentos das ondas e o ritmo das marés.

Ouves murmúrios, sussuros doces, suaves sibilos... Encostas o ouvido à boca... as pedras falam-te baixinho, cada uma conta uma história e todas as histórias erguem construções sólidas, maravilhosas memórias de pedra, naquela ilha da lagoa , morada de espelhos, exploradores, aventureiros e mar.

Reencontramo-nos na solidez ampla onde desemboca o labirinto de sombras e vielas estreitas , teias mágicas, dédalos de sedução. 
O bater de muitas asas escurece a luz e os pombos chegam às dezenas, saúdam-te e escarnecem da tua pequenez, perante a grandiosidade que te rodeia.

Sorris e avanças à descoberta, também tu te aventuras no conhecimento, sem receio do desconhecido.

E quando o sol se vai, a luz ganha o brilho do mistério e do amor, daquele amor de perdição.





























                                 

22 comentários:

  1. Dulce,

    Minha cachorrinha Lia ficou doidona ouvindo o Vivaldi techno, começou a latir e pular.

    =D
    Marcos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diga a Lila que pelo menos ela reconheceu algum valor neste meu post, Marcus:):):)
      Abraço-

      Eliminar
  2. As fotografias dão mesmo vontade de ir já conhecer tudo isso :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. ;););)
      Quando a oportunidade surgir, não a deixes fugir ;)
      Beijinho

      Eliminar
  3. É raro referir as citações e o vídeo escolhido, mas não é esquecimento, seria apenas redundância, pois são sempre adequados e fabulosos...
    Já nem sei que te dizer, tal a força da magia que transmites no que partilhas connosco, quer no que escreves, quer nas imagens que captaste, onde, de facto, as pedras são história, identidade. E se as amas, é como um reencontro com o passado que vivia no teu imaginário.
    Encanto-me com o teu encantamento...
    BJO. querida D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ainda me quedo encantada. Forte é o feitiço. ;)
      Beijinho, querida EU

      Eliminar
  4. Quantas mais imagens da cidade vejo mais curiosidade sinto em a visitar

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pedro, acredito que vai gostar muito, mesmo muito. :)
      O único senão, é ter muita gente de manhã à noite... isto em Agosto, claro.
      Abraços a oriente.

      Eliminar
  5. Um conjunto perfeito e maravilhoso, o teu texto, a música apelativa e as fotos, cada uma melhor que a outra. Edifícios belíssimos que só nos podem fazer sentir pequenos!
    Adorei! Quem me dera visitar Itália um dia...:-)
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laurinha, demorei 40 anos, mas consegui viver o meu sonho. Trabalho há 37. Se fico a aguardar a reforma para poder dar passeios, bem posso esperar... a idade e a reforma... uma chegará, a outra é uma incerteza. Tem alturas em que o momento é agora , Não há espaço nem tempo para dúvidas. Nunca me arrependerei de o ter agarrado com unhas e dentes.
      Beijocas :):)

      Eliminar
  6. Gostei do seu blogue
    Saiba como fazer de um blogue, uma fonte de rendimento
    AQUI

    ResponderEliminar
  7. A célebre Boca do Leão :) :)
    Miga, fizeste-me bem. Foste os meus cinco sentidos naquelas paragens, com estes teus postes. Adorei todos e cada um deles.
    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, Lu, Bocca di Leone.
      Lamento muitíssimo não se poder fotografar dentro dos monumentos. Mereciam mais N posts. :):)
      Jocas

      Eliminar
  8. Apetece ir!

    Beijinhos Marianos, MD! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Maria, se o momento for oportuno, vai, perde-te por lá e reencontra-te retemperada e feliz :):):)
      Beijoca, querida

      Eliminar
  9. Lindo, lindo, lindo!! Voltava lá... :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu também. Hoje. Agora. Já.
      Gaja Maria, minha querida, hei-de perder-me por lá de novo. :)
      :X

      Eliminar
  10. Vim dar uma olhada e fiquei fascinada. Belas fotos e um excelente texto.
    Parabéns pelo blog. Vou voltar com certeza-
    Abraço. Selma

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá, Selma, bem vinda.
      Obrigada pela presença e pela simpatia.
      Volte sempre, será sempre bem vinda:):):)
      Abraço amigo

      Eliminar
  11. .

    .

    . tenho a ousadia de poder afirmar que conheço Itália como as minhas mãos . já lá estive nove vezes e cheguei de lá há duas semanas atrás . num dos meus blogues estão fotos publicadas . porque sou devoto de Santa Rita e visito sempre toda a região da úmbria . em especial .

    .

    . em Veneza estive uma vez e claro . adorei . como amo.de.amar Florença . aliás . toda a Itália é um museu ao ar livre . e as pessoas são ótimas e tal qual como nós . a gastronomia bem ao nosso gênero também .

    .

    . belíssima esta página Sua .

    .

    . um bom fim de semana . :) .

    .

    .

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obriga, Intemporal! Foi a minha primeiea vez, daí o deslumbramento e algum exagero no número de fotos :) :) Mas era um sonho duma paixão de juventude e eu vivi-o com toda s intensidade dos meus 15 anos, depois de todo este tempo.
      Abraço. :) :)

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva