quinta-feira, 17 de julho de 2014

Em queda Livre

"Então os três espíritos os reuniram no lugar que, em hebraico, é chamado Armagedom."




Por detrás das árvores não se escondem faunos, não. 

Por detrás das árvores escondem-se os soldados 

com granadas de mão. [...]

[...]Não são vespas, nem besoiros, nem pássaros a assobiar. 
São os silvos das balas cortando a espessura do ar. 

António Gedeão







O Capital, o Poder  e a Loucura , filhos ingénitos dos originais quatro cavaleiros bíblicos, apoderaram-se do pensar dos homens. Atulhados de ideais obsoletos e podres,  debilitados pela Idade da Corrupção depois de eras de pecados em que os sete primordiais, os ditos mortais, se multiplicaram à velocidade da mutação de um SARS tresloucado e vingativo, não ofereceram os humanos qualquer tipo de resistência, deixando-se apoderar, almas negras invadidas pela Loucura do Poder que o Capital providencia aos quilolitros e cuja alcoologia ultrapassa qualquer graduação convencional e inebria até à total inconsciência.
Não há memória de tempos assim. 
Não há memória do valor duma vida humana não ter referência positiva, seja no NIKKEI, Dow Jones ou DAX : ou  está em queda livre permanente ou então é abatida, como hoje  aconteceu.
Vidas perdidas, esfumadas, desfeitas... vidas ceifadas antes de serem vividas... aquilo a que comummente se chama danos colaterais. 
Como poderemos ter sequer a veleidade de nos auto-proclamarmos a raça superior ? Nós os humanos, o único animal que mata pelo prazer do sangue e não por qualquer outro instinto inscrito no seu código genético que o impele a sobreviver ? 
Assusta-me fechar os olhos e não sentir nada, nem pesar, nem raiva, só a apatia de quem já está habituado a estas corriqueirices.



                                      

64 comentários:

  1. A escuridão e a podridão do mundo conseguem ser verdadeiramente assustadoras. :((

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. "[...]Que quem já é pecador
      sofra tormentos, enfim!
      Mas as crianças, Senhor,
      porque lhes dais tanta dor?!…
      Porque padecem assim?!…”

      Pensamos na família, nos filhos, nos netos a caminho, e no horror das notícias... mais de 80 crianças... hoje no avião, ontem num qualquer lugar de África, numa escola dos EU... num Ferry Boat no mar do norte, num comboio que descarrila, na Palestina... sei lá... é bem melhor ser ignorante e não sentir.
      Beijinho, querida

      Eliminar
  2. Às vezes tenho um sonho no qual o meu braço se estende e dou a mão ao meu vizinho, que dá a outro e a outro até todas as pessoas da cidade darem a mão, e depois do país, e depois do mundo, e estando assim todas as pessoas, ficam em silêncio fazendo uma corrente de aniquilação dessa sanguinária sede de poder que eu nunca nunca compreenderei, nem que viva mil anos. Por isso vou sonhando.
    E lendo bons blogs, também ajuda, querida M D.
    Um beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E é o sonho que comanda a vida, Susaninha querida, nunca desista de sonhar.
      Um beijo grande

      Eliminar
  3. “I realized that I often, in fact, do not directly connect emotionally to people, or understand the way my behavior affects them. I see these things in a cold and distant way, and only upon seeing the effect can I then cognitively appreciate what I am doing. I then realized that my playful teasing of people could actually hurt them, and I was not stopping to read the signs on their faces that they were, indeed, hurt. I was also regularly putting people close to me in harm’s way, just for my own edification and for the good times I might experience. It’s not like I know exactly what empathy is, but I can now look at behavior—the way people go out of the way for one another, the amount of crying they do—and I can see that I’m really different from most people.”
    James Fallon, neurocientisa e psicopata narra, em “The Psychopath Inside" o trajecto que o levou a descobrir a sua verdadeira natureza. Infelizmente, poucos são os que se conseguem perceber a si próprios -- e, para desgraça nossa, atingem posições onde fazem não apenas mal aos que lhes são próximos, mas a muitos outros, milhares, milhões, de pessoas. As consequências, encontramo-las todos os dias, seja nas quedas sucessivas, de empresas, de aviões, de países...

    Boa noite, M D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Empatia soa a vazio, Xilre, soa a falso.
      É a incapacidade que nos adormece a vontade e o marasmo onde nos deixamos levar ao sabor da corrente.
      É triste.

      Boa noite, X, beijinho

      Eliminar
  4. Dar uma sensação que a vida não vale nada para alguns, ninguém quer ajudar ninguém e isso é muito triste, M D Roque abraços.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hoje morreram 300 pessoas num avião abatido por um míssil. Sem causa aparente. Era um avião de passageiros com mais de 80 crianças a bordo. A rota era de risco e o soldados uns assassinos. E agora que disse isto devo sentir-me mais aliviada? Não posso, porque sei que ninguém vai ser chamado à responsabilidade.
      Beijos, Lucimar

      Eliminar
  5. O problema são as pessoas que levam a definição «raça superior» muito à letra e se julgam donas do mundo, capazes de fazer tudo o que lhes apetecer. E o pior é que fazem e muitas vezes não são punidas

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A impunidade e a inimputabilidade davam para para mangas, Andreia. Mas no fundo, é isso mesmo.
      Bejinho

      Eliminar
  6. Querida D: disseste tudo no teu excelente texto. Que dizer mais?
    Todos os dias, algo nos choca. Não temos uma guerra mundial. Temos guerras, guerrilhas, genocídios...
    "- "Ó glória de mandar! Ó vã cobiça
    Desta vaidade, a quem chamamos Fama!
    Ó fraudulento gosto, que se atiça
    C'uma aura popular, que honra se chama!
    Que castigo tamanho e que justiça
    Fazes no peito vão que muito te ama!
    Que mortes, que perigos, que tormentas,
    Que crueldades neles experimentas!"
    Canto IV, estrofe 95, Os Lusíadas, Luís de Camões
    Apesar de ser o Velho do Restelo a proferir estas palavras, em contexto muito diferente, a glória de mandar, a vã cobiça, continua a servir de pano de fundo para se cometerem atrocidades inonimáveis...
    E o pior é que vamos ganhando "couraça" e o maior dos horrores parece que passa ao lado...:(
    Meu beijo, sem sorriso

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens toda a razão. São tantas as atrocidades e tão frequentes, que nos couraçamos, como muito bem dizes, com apatia e indiferença... A notícia choca-te por dois centésimos de segundo e depois voltas ao teu livro como se nada demais tivesse acontecido.
      Beijoca, EU.

      Eliminar
  7. Caim matou Abel, minha filha... hehehe Foi a primeira guerra do mundo, e foi devastadora: 25% da população mundial foi pro saco. =)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Assumindo que eram só quatro :):):):)
      sabe, Marcus, penso e repenso na impossibilidade da reprodução do princípio " crescei e multiplicai-vos" ... Se Caím foi marcado e foi para Nod levando consigo a esposa de quem não se sabe o nome, onde teria ido ele desencantá-lá, se não havia mais ninguém que não os pais, ele próprio e o morto ???
      Mistérios insondáveis da multiplicação.
      Abraço Marcus :):)

      Eliminar
  8. Paz às suas almas, é revoltante.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É chocante a inimputabilidade deste colectivo de assassinos.
      Falta ver o que acontece ao rastilho que acenderam no barril de pólvora que é Gaza...
      Beijinho Picante, uma boa noite.

      Eliminar
  9. Colaterais uma ova!
    Os inimputáveis senhores
    matam, em razão do spread
    e saúde dos mercados:
    a vida humana está em baixa.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pois está, Agostinho, está em queda livre. Bem firme está a inimputabilidade dos Devoradores de vidas.
      Abraço e uma boa noite.

      Eliminar
  10. O puro HORROR MD Roque.
    Como é possível?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Pergunto-me o mesmo, Pedro. Mesmo visto de terra e na óptica de qualquer leigo, um jacto comercial não é um caça. Diz-se que é irresponsável da parte da companhia aérea ter uma rota que passa sobre uma zona de guerra... Mas N companhias que operavam desde o Schiphol, só ontem decidiram em comunicado alterar a rota. A culpa é da Loucura e do horror que a acompanha.
      Abraço até Macau. :)

      Eliminar
  11. Boa tarde
    Passo para agradecer as visitas ao meu blogue. Obrigada pelo seu carinho, que é muito importante para mim.

    Gostei de ver este espaço.

    Beijinhos e bom fim de semana.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não tem de quê Cidália. Voltarei lá, seguramente. Espero que também volte a passar por cá.
      Beijinho e BFS.

      Eliminar
  12. E matar só porque não se partilha das mesmas ideias? Estará o Mundo outra vez na Idade das Trevas?
    Brilhante o texto...
    Obrigada pela visita
    Beijos e abraços
    Marta

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Marta, obrigada.
      Não é à toa que nos sentimos cada vez mais desmotivados... e ainda dizem que as taxas de natalidade estão nos mínimos... pudera...
      Beijo e BFS

      Eliminar
  13. um texto muito bom, e caminhamos neste mundo cada vez mais sanguinário e sem razão de o ser....

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É que nem dá para entender, Piedade, podemos tentar racionalizar, mas o quê ??
      Beijo e BFS

      Eliminar
  14. Tens razão quando dizes que não vale a pena tentar racionalizar e que cada há menos pessoas dispostas a gerar filhos para este mundo.
    Beijinhos, querida Maria.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como não posso gerar filhos, penso muito nos meus netos to be, e no mundo que terão que enfrentar para vingar na vida, Lu.
      Beijos e BFS

      Eliminar
  15. Um verdadeiro horror,que não tenho palavras para comentar essa tragédia.
    Parabéns pelo texto amiga.
    bjs e um ótimo final de semana.
    Carmen Lúcia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, Carmen, obrigada pelas palavras.Nem quero pensar nas famílias dos passageiros. Não há palavras.
      BFS e um beijinho.

      Eliminar
  16. Apaixonei-me por aquela imagem e por aquela citação mal as vi, acho que estão carregadas de verdade :)

    A sério? Parabéns :) oh, era tão giro se a convencesses, ia ficar tão fofo!

    Beijinhos e bom fim-de-semana*

    ResponderEliminar
  17. É... a esse tipo de coisa é que chamo de apocalipse. Todos inocentes... morreram sem nem saber o por que! Deus tenha misericórdia de nós! Bjks e bom final de semana! Tetê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E ninguém vai ser chamado à responsabilidade. É certo que castigar não traz ninguém de volta, mas os sentimento de inimputabilidade que grassa por esse mundo fora, deixa-me doida.
      FSB. Beijo Teté.

      Eliminar
  18. Olá M D Roque!
    Pôxa, que texto bem escrito...
    Não foram apenas pedaços de metal que caíam do céu, mas
    choveu também corpos. Um verdadeiro caos.
    E o mais triste de tudo é que ainda não terminou
    o conflito entre os rebeldes separatistas e as forças do governo...
    Muito triste tudo isso.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Clau. Repito o que venho respondendo sobre este caso e tantos outros semelhantes: ninguém vai ser chamado à responsabilidade, não interessa apurar, sabe? É certo que castigar não traz ninguém de volta, mas os sentimento de inimputabilidade que grassa por esse mundo fora dá vómitos.
      BFS, Clau . Bejinho

      Eliminar
  19. Espero em Deus que tudo isso passe , o mundo não tem mais solução.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sabe , Simone, creio que só passou para aqueles que pereceram, porque os que ficaram para trás, as famílias desfeitas, devem estar a sofrer horrores inimagináveis.
      Beijo e BFS.

      Eliminar
  20. Um excelente texto, daqueles que nunca deveriam ser escritos......
    Todos os países com ambições imperiais minam tudo à sua volta, são um perigo para si póprios e para toda a Humanidade. As vidas dos anónimos infelizmente nunca contaram para nada.
    As famílias e amigos que os chorem, porque o Putin continuará com aquele ar de quem não tem nada a ver com isso.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Falam do extremismo das primeiras páginas dos jornais... é jornalismo puro. É violento? Claro que é!
      Quem é que gosta de ver corpos desfigurados no meio de escombros ?
      Mas pelo menos é chocante qb para tirar as pessoas desta apatia, do marasmo das notícias sensacionalistas que depois de espremidas não valem um chavo. Mostram a crueza duma situação, a natureza de um crime hediondo e deixam no ar a dúvida sobre a inimputabilidade.
      Os campos da morte do khmer rouge de Pol Pot, arrepiaram até à medula. Um bom arrepio é o que faz falta, para acordar a malta.
      Estou dormente de lágrimas. imagino a dor e o horror pelo qual passam as famílias.
      Beijinho, Laurinha, BFS

      Eliminar
  21. Oi querida.
    Já estou enojada de muitos seres humanos. Não foi à toa que Santos Dumont se suicidou.
    Hoje eu vi pela televisão um cara morrer de infarto sem ser socorrido, pois era hospital particular ou pelo plano.
    Deus, um dia desesperada, há muitos anos, com minha mãe mal no hospital e o médico não queria atender, abri a porta da sala e gritei: não vai atender? e se minha mãe morrer. Ele cinicamente disse: você tem que enterrá-la e eu lhe respondi: Claro, o enterro dela sai na frente e o do senhor vai atrás, estava com os olhos fumegando de raiva. Ele ficou com medo.kkk
    Eu não ligo mais pra nada, são triste sinais do apocalipse.
    Beijos
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito triste um profissional que prestou o juramento de Hipócrates, falar assim...um médico! Talvez um sapateiro remendão fosse mais profissional e compadecido .
      Vergonhoso.
      Beijo, Dorli, e BFS.

      Eliminar
  22. O capitalismo selvagem esmaga uns 99% da população mundial.
    E, apesar dos autores deste massacre serem tão poucos, ainda não encontramos forma de lhes dar um pontapé e tomarmos conta do nosso próprio destino.
    Daqui a umas décadas ninguém vai acreditar que fomos tão covardes...
    Excelente texto. Que subscrevo.
    Querida amiga, tem um bom fim de semana.
    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, Nilson, obrigada. Apesar da apatia a que nos vota o dilúvio de informação, até atingirmos o grau da total desinformação, a revolta ainda nos queima por dentro e de vez em quando extravasa,
      Bom fim de semana e um beijinho.

      Eliminar
  23. Uma grande catástrofe que mostra como o ser humano está em decadencia. Quando o poder político e as ambições de todo tipo são mais importantes que vidas humanas é sinal que o fim do mundo está mesmo próximo! Linda e merecida homenagem a esses inocentes! bjs,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Anne, obrigada. É um daqueles tipos de inspiração que preferia não ter:\
      BFS e um beijo.

      Eliminar
  24. O Homem tão é capaz de coisas sublimes e actos de verdadeira elevação como de barbárie, pura crueldade e maldade.

    Odeio fanatismos e lutas pelo poder, inclusive as de trazer por casa.

    beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi uma tragédia terrível que continua de horror em horror na tentativa vã de atribuir culpas a todos menos os que fomentam as guerras e principalmente quem puxou o gatilho. Inquirir, apurar , castigar.É verdade que vingança não traz ninguém de volta, mas enquanto fecharmos os olhos ao que se passa em nosso redor, as pessoas que morreram, não porque estavam doentes, ou tiveram um acidente, mas sim porque foram barbaramente assassinadas, serão só, pura estatística.
      Beijos, minha Pérola, um óptimo fim de semana

      Eliminar
  25. Os noticiários agora informam que peritos vão apurar o que aconteceu; Putin diz que responsabilidade pela tragédia é do país onde ela aconteceu; Angela Merkel já disse que as circunstâncias do acidente devem ser apuradas "o mais rápido possível" por uma investigação independente, blá, blá, blá, mas como é useiro e vezeiro ninguém vai ser chamado à responsabilidade, pelo que "a culpa morre solteira"!

    Um abraço de solidariedade.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente, aluap Al... As fotos de capa de jornais e revistas, consideradas sensacionalistas e conceboidas com o propósito de vender, deveriam sem mais, às centenas, aos milhares, por todo o lado, em billboards, autocarros, sei lá... Um wake up call impõe-se com urgência e sem paninhos quentes. Temos que ver com olhos de ver, e sentirmos, e arrepiarmo-nos, e reagirmos, porque o que aconteceu com o avião é uma gota de água nas atrocidades que se cometem diariamente pelo mundo, em nome do Poder, do Capital e usando e abusando da Loucura. E no fim é como diz, a culpa morre solteira, porque o valor de uma vida é menos do que nada.
      Beijo, querida e bom fim de semana

      Eliminar
  26. Sempre me deu vontade de rir, essa coisa de sermos uma raça superior. A humanidade que tem um único Deus o capital, e um único sonho, o poder, e que em função disso se deixou escravizar por eles ao ponto de ser capaz de envenenar o ar que respira, de matar a própria mãe por meia dúzia de patacas, é uma raça superior?
    A humanidade perdeu todo o respeito por si própria, e sendo assim, abater um avião, descarrilar um comboio, ou destruir uma cidade inteira para ela não tem importância. E assim vamos caminhando inexoravelmente para o fim.
    E como dizia a minha avó, quando o mar bate na rocha, quem se lixa é o mexilhão, ou seja, os inocentes civis.
    Um abraço e bom domingo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Palavras infelizmente verdadeiras, Elvira.
      Bom Domingo e um beijinho

      Eliminar
  27. Oi querida
    Amigo é joia rara de grande valor
    Amigo é estrela que traz luminosidade e brilho
    Amigo é sol que aquece e fortalece o sentimento
    Amigo é dádiva enviada por Deus
    Para compor a orquestra da nossa vida

    Jamais conseguirei traduzir em palavras o quanto a sua amizade é importante para mim. Você chegou de mansinho e se apossou do meu coração e lá fez morada

    Hoje venho trazer meu abraço e desejar-lhe um "Feliz Dia do AMIGO"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Gracita... Que doçura! Muito obrigada, querida. Eu estou a trabalhar e tem sido um dia difícil. Que bom ter um carinho assim.
      Mil beijos, amiga e um dia feliz !!! :):):)

      Eliminar
  28. Nesse dia do amigo.
    Sinta - se abraçado (da)por mim.
    Eu ainda não consegui decifrar..
    Porque pessoas que amamos vão embora
    sem ser possível dete-las.
    E também não conseguimos tira-las
    do nosso coração.
    Meu abraço nesse dia e por todos os outros dias
    da minha vida.
    Fique com Deus.
    A vida é curta, mas as emoções que podemos deixar
    duram uma eternidade.
    Amigos Para Sempre.
    Evanir.
    Quanta tristeza nesse voou.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Evanir, muito obrigada pela sua amizade.
      Um horror... mais um a somar a todos ou outros que acontecem todos os dias.
      Um grande beijo, obrigada e bem haja :)

      Eliminar
  29. Tenho muita fé que um dia o homem se conscientizará de que somos todos irmãos e, portanto, filhos de DEUS.

    Fiquei muito feliz com a tua visita e teu amável comentário deixado lá no nosso Literatura & Companhia Ilimitada. espero que voltes mais vezes, pois será sempre um prazer renovado.

    Beijos e uma ótima semana para ti e para os teus.

    Furtado.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gosto de histórias de história, que no fundo resumem a História de todos nós, Rosemildo.
      Um grande abraço.

      Eliminar
  30. Cada vez mais o mundo apodrece, infelizmente.

    M&N | Desbrava(dores) de livros - Participe do nosso top comentarista de julho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Lamentavelmente é verdade.
      Beijinho e boa semana :)

      Eliminar
  31. É Triste. Uma tristeza de um paroxismo desesperado, que o mítico limiar de uma era de maravilhas e assombro, há tanto 'prometida' pelo Humanismo, nada mais seja que isto, vidas sacrificadas numa sociedade predatória e implacável na qual nunca tão poucos tanto poder discricionário tiveram sobre a multidão. Não é a idealizada era de diamante, a era da luz e da razão, afinal um nado morto nos braços ominosos de criminosos. É o regresso das Trevas, é a era de todos os fanatismos, uma mente morta num corpo prostrado em último estertor, é a Era dos Sicários.

    Pensava, adolescente, que a idade me outorgaria uma serenidade que então me escapava. Não a encontro no entanto, nem em mim próprio nem na sociedade. E por vezes interrogo-me se tudo isto terminará num suave murmúrio ou no hino estentóreo de um clarão. Ou se são as terríveis dores de parto daquilo que nos sucederá...

    Beijinho querida M.
    E boa noite. Porque os dias são de pavor.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. quiescente, é sem tirar nem pôr, querido amigo. Apesar de ter plena consciência de que sou mal entendida, comentei num outro blog, que o assassinato dos passageiros do voo da Malaysia Airlines é lamentavelmente another brick in the wall... of shame. Porque é verdade, Porque as atrocidades cometidas diariamente por humanos contra humanos, apesar da globalização, não nos chegam na totalidade e ouvir falar não chega. Esta chacina foi praticamente aqui ao lado, tocou-nos mais forte. Muitos jornais e revistas trataram com uma crueza desmedida o abate do avião, coisa a que chamaram estratégia de marketing e enjoou meio mundo. É preciso ver, quiescente, é preciso sentirmo-nos revoltados, nauseados com as imagens. É preciso acções que não meia dúzia de palavras num post, caramba!
      Hoje passaram cinco dias, e ... já passou. Voltámos às nossas realidadezinhas e queremos nós lá saber de pessoas que nem conhecemos... ah, coitados... e as famílias... triste, não é?
      É este mundo que pretendemos deixar para os nossos netos? Acredito que a culpa mais uma vez morra solteira , porque é conhecida e notória a inimputabilidade destes carrascos.
      Pode ter sido uma acção concertada, mas quem puxa o gatilho tem sempre uma escolha consciente a fazer entre puxar e não puxar

      Eliminar
  32. Ainda bem que não somos todos iguais!
    John Lennon pediu que imaginássemos um mundo sem fronteiras e todos vivendo em Paz. Só mesmo na cabeça de um sonhador; O que fica é a realidade de velhos matando jovens em nome do nada ou alguns pedaços de terra.
    Boa semana!!
    Beijus,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E crianças armadas até aos dentes, perdendo a inocência da infância e massacrando todos os que lhe mandarem abater. Infelizmente , Luma, acredito que a humanidade e o planeta precisam de renovação. Já aconteceu antes. Vai seguramente voltar a acontecer. Os que virão poderão, depois da escuridão, ver finalmente a luz.
      Beijo, amiga.

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva