sábado, 28 de junho de 2014

A Céu aberto


 "O meio! Eles é que são o meio, assim perdidos, duplos, comprometidos com a podridão até à raiz "
Miguel Torga. 




Vai ter olhos onde ninguém os veja 
mãozinhas cautelosas 
enredos quase inocentes 
ouvidos não só nas paredes 
mas também no chão 
no tecto 
no murmúrio dos esgotos 
e talvez até (cautela!) 
ouvidos nos teus ouvidos 

Alexandre O'Neill




És o conhecimento que não quero ter, o ar tóxico que me fede nas papilas, o odor a viscosidade que me agonia no estrépido do caudal em decomposição. Não quero sentir-te,  nunca mais.


 Nem sei se o pior é o que não dizes  ou se a verborreia que proferes com a mesma violência cega de pedras afiadas que projectas no ar, lapidares e contundentes, tão cheias daquela tua razão de esgoto putrefacto, contra a qual é inútil contrapor.


És tu quem sabe de tudo, és tu aquele a quem a escola da vida ensinou mais que mil canudos, aquele que tem sempre opinião formada até sobre o que não conhece, mas que se gruda à suas convicções canónicas como se fossem as únicas, as puras verdades imutáveis que o criador de todos os mundos no expoente máximo da sua ubiquidade, decidiu transmitir a ti e a ti unicamente.

Vives naquele mundo que criaste à tua imagem, onde todos são ignorantes e cegas ovelhas e tu o poderoso Polifemo Rex, a estagnada grande autoridade na matéria, toda ela. 

Como um Morlock desprezível tentas incutir através de insidiosa osmose  a tua visão distorcida da realidade a todo e qualquer incauto Eloi que desconheça o teu poder de devorador de almas, que trituras , esmagas e moldas à tua empáfia  para logo  descartares como lixo, excremento, porcaria, tão depressa chegue uma nesga de  luz àquele  buraco negro onde encarceras as suas mentes por ti re-formadas e deformadas.

Como um vírus peçonhento, contagias tudo e todos, traiçoeiro, viperino, rastejante e nojento,  vives do alheio que respiras e que alimenta a tua soberba, e que te faz salivar de prazer à medida que o vicias e contaminas .
És o conhecimento que recuso conhecer. Um monstruoso e fétido esgoto que corre a céu aberto para um oceano saturado de podridão.


                            

32 comentários:

  1. Difícil de aceitar, difícil de contornar, difícil de ultrapassar...

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Os donos do Espelho Meu, são mais numerosos e mais ruins do que eu...
      Obrigada, GM, minha querida. Um bom FDS. Beijinho.

      Eliminar
  2. Está muito bem feito, mas é forte, este, aqui :):)
    Bejinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Num comentário que fiz no meu blog favorito, escrevi que falar para um esgoto era um bom tema para um post e resolvi tentar... Não podia ser com luvas de pelica... viver é aprender.
      Beijinho, Lu

      Eliminar
  3. Eu não gostava de ser essa pessoa que tanto detestas. Se escreves sobre ele assim, imagino o resto.
    Bom Domingo, fofinha :):)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Conheço três ou quatro esgotos a céu aberto. Felizmente já não são o poço de contaminação de mentes que estragava todos os ambientes, porque as pessoas já são bastante mais informadas.
      Não refiro a ninguém em particular. Só aquele tipo de gente que faz mal só pelo simples prazer de falar mal.
      Bom Domingo, piquena . :):)

      Eliminar
  4. Está forte! Mas gosto de textos assim :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não há muitos apreciadores de escrita negra, ou dum arremedo do estilo, como este que eu tentei. Só fazendo é que sabemos se conseguimos ou não. :):):)
      Obrigada, Andreia querida, um beijo

      Eliminar
  5. Minha querida

    Passando por aqui e gostei do que li e que infelizmente é uma praga que cada vez está pior.

    Um beijinho
    Sonhadora

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Sonhadora, conheço realmente um punhado de gente assim, que dá vontade de des-conhecer. Com o tempo aprende-se a enfrentar e a desmontar estas lixeiras humanas :):):)
      Obrigada pela presença. Beijo e bom fim de Domingo.

      Eliminar
  6. Muito bom
    tudo por aqui.

    Belo domingo e maravilhosa
    semana nova.
    Bjins
    CataiahoAlc./ReflexodAlma

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva! Bem-vinda e obrigada :):)
      Boa semana e um abraço .

      Eliminar
  7. Sim, ou é ou não é, mais ou menos é medida de cu. =D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem, já que estamos numa de esgoto, Marcos, até se justifica :)
      Boa semana.
      Abraço

      Eliminar
  8. Hoje esqueceste-te do ambientador, não, querida Maria?

    Pois é. O mundo tem de tudo.

    Há que manter a integridade e passar sem nos sujarmos.

    Tu até da 'porcaria' fazes poesia. Adoro ler-te!

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não quererás antes dizer que a minha poesia é uma porcaria? Eheheheheheh
      Este post foi uma aposta comigo própria que ainda não decidi se ganhei... A permanente insatisfação humana, eu sei, eu sei, mas ... Gostei de escrever o post; não fiquei feliz com ele.
      Querida Pérola, aromática poetisa, um beijo grande, e boa semana. :):)

      Eliminar
  9. Caramba quase sentimos o cheiro a podre. Mas que está de acordo com a imagem não tem dúvida. Muito embora me pareça que o texto se dirige a alguém por quem não morre de amores. do que a qualquer ambiente mais poluído como a foto.
    Um abraço e uma boa semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Elvira. Escrevi o texto porque gostei duma frase de Camus que li no Delito de Opinião e apostei comigo que era capaz dum post mais negro. Não foi escrito para ninguém em particular, se bem que eu conheça uma mancheia de pessoas a quem o texto assentaria que nem uma luva. Ainda nem decidi se me ganhei a aposta ou não. :):):):):):):)
      Beijo e boa semana.

      Eliminar
  10. Boa tarde.
    A vida deveria ser uma jardim de flores, exalando o perfume,mas infelizmente exitem muitos seres humanos exalando o cheiro de escoto,por isso precisamos sempre nós limpar de sentimentos negativos para que de nós só exale um bom aroma.Achei uma excelente postagem forte,mas a realidade.
    Um feliz més de julho.
    Abraços.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este Blogger não anda bom...
      Viva Mirtes. Infelizmente nem tudo é um bem bonito, nem todos são belos e bons. Conheço um punhado de pessoas desprezíveis. O texto é um tanto pesado, mas só sabemos se conseguimos fazer uma coisa, se a fizermos, não é ? :):):) Ainda não decidi se gosto ou detesto este post :):):)
      Bom Julho também para si e um beijinho.

      Eliminar
  11. Respostas
    1. Viva, Fernando , obrigada! :):):)
      Um abraço para si também é uma boa semana.

      Eliminar
  12. Oi, MD!
    Eu também conheço um chato assim... Difícil conviver e que não se toca. Pessoas assim, ficam sem amigos e os parentes os colocam em casa de repouso quando ficam velhos. Velhacos desde cedo! Credo... Toc toc toc na madeira!! (rs*)
    Beijus,

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo, Luma, dá vontade de des-conhecer gente assim e o pior é que proliferam por todo o lado, até debaixo das pedras, como pragas de parasitas :):):):)
      Beijo e boa semana.

      Eliminar
  13. Boa tarde,
    Todos temos o lado negativo e positivo, é relativo apontar um lado ou o outro, somos imperfeitos, ainda que assim somos.
    Dia feliz
    AG
    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ninguém é perfeito, é claro, mas numa abordagem mais orwelliana, uns são mais imperfeitos do que os outros. :):):):)
      Beijo, António, boa semana.

      Eliminar
  14. Às vezes o meio em que vivem é que 'fabrica' gente assim. Eu até gosto de estilhaçar os espelhos dessa gente, mas acho que de pouco adianta porque há sempre gente que gosta de os colocar em altos pedestais, acho que para não lhes notarem os defeitos!
    Beijinhos e um bom mês de Julho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Há pessoas que por dentro são pessoas horríveis, mas numa coisa tem razão, muitas vezes são assim porque podem, ou porque para isso lhes dão poder.
      Bom Julho, obrigada e um beijinho grande. :):)

      Eliminar
  15. Acho que por mais que enxerguemos os defeitos nos outros , também o temos.
    bjs
    http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro, Simone, ninguém é perfeito ! :) Eu falo por mim, que tenho dias não e tenho um bocado de mau feitio. Mas também conheço pessoas com duas caras, malvados até ao âmago e capazes de prodígios infernais. São aqueles que eu gostaria de des-conhecer.
      Obrigada , um beijo e boa semana :):)

      Eliminar
  16. O que quero deixar-te...Seria tanto, mas focar-me-ei no que mais me tocou: um texto de crítica social, que se poderá enquadrar no nosso intrépido Gil Vicente quando, através de um personagem tipo, abrangia uma larga tipologia comportamental.
    No caso em apreço, também abomino os que se acham donos da verdade, os que são apelidados de gurus (no mau sentido), os que quase se acham deuses, os malabaristas dos incautos...
    Tal como tu, também dispenso o seu "conhecimento".
    Parabéns. Mais um post perfeito no seu conjunto!
    BJO, querida D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que bom ver-te por cá! Só pode ser bom sinal, minha querida EU, de que estás a recuperar bem das maleitas dos últimos tempos.
      As tuas palavras deixam-me sempre na estratosfera. :):):)
      Obrigada, beijinho, bom FIM‑DE‑SEMANA , e continuação de boas melhoras.

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva