quinta-feira, 1 de maio de 2014

Da Prima, a Vera...

"Não sabe o que sente dentro de si que a importuna de bem estar"

José Sobral de Almada Negreiros




Primavera

Ah! quem nos dera que isto, como outrora, 
Inda nos comovesse! Ah! quem nos dera 
Que inda juntos pudéssemos agora 
Ver o desabrochar da primavera! 

Olavo Bilac








Um antigo provérbio judaico diz que devemos ter cuidado com o que desejamos, pois podem os nossos desejos ser atendidos. Eu , pessoa simples de espírito e fraca de ambições, ansiei pela Primavera, farta de frio, de chuva, de vento de cheiro a mofo, de dias tristes e cinzentos onde a luz era baça e o nevoeiro reinava sobre o despontar das auroras.
E o Universo, que tudo cria, que tudo vê na sua imensa sabedoria de entidade infinita, eixo de mundos, equilíbrio de toda a existência, dignou-se escutar a minha voz e constatando que até em termos de  espaço o tempo não para e que já há algum tempo deveria ser tempo de Primavera, enviou-a, detonando-a em toda a sua glória e esplendor para deleite de todos os seres vivos.

E então veio o sol, o calor e a luz afagar-nos o acordar com um sorriso, chegam as andorinhas, o divino chilrear do passaredo, as flores desabrocham, as abelhas afadigam-se de estame em estame, há musica nas cores que brilham e competem pela resplandecência , cheira a verde e a doce,  há alegria no ar e pó, muito pó.

E eu, pessoa simples de espírito e fraca de ambições, que ansiou ardentemente pela Primavera, de Primavera me encontro acometida, na imponência da minha cama, com o calor do sol dentro dos olhos feitos nascentes pedregosas de águas cristalinas, tossindo os pruridos transportados de flor em flor, ouvindo nos brônquios mil chilreados alegres, destilando alegremente alergias em gloriosas gotas nasais que recolho na alvura de sucessivos kleenex... Ardo em crepúsculos vermelhos,  delirando entre esternutações violentas com maçãs verdes, galopes de muitos cascos, homens robustos e bestas, sempre com a abertura da carga ligeira, martelando pesada na minha bigorna auditiva.
A Primavera que ansiei entrou em mim com a força dum tornado e tornou a minha existência miseravelmente  primaveril, mas eu pessoa simples de espírito e fraca de ambições, entre sufocantes e violentas expulsões de ar por um diafragma molestado e tenso, ainda anseio ser o dente de leão que a brisa do entardecer carrega levemente consigo, sem destino, como num sonho tranquilo.



                                      

34 comentários:

  1. Mulher com sorte !! Aqui por casa estamos todos impregnados da doçura do tempo primaveril. :(

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O mau destas alergias virais é a quebra no corpo e no espírito... parece que foste processada na Bimby ou coisa parecida.. Boas melhoras para todos.

      Eliminar
  2. Post muito bom, parabéns !

    Conheça (m):

    coisasuteisoufuteis.blogspot.com.br
    facebook.com/coisasuteisoufuteis

    Vou adorar te retribuir, bjs

    E ainda ta rolando um mega sorteio !
    http://coisasuteisoufuteis.blogspot.com.br/2014/04/sorteio-em-parceria-com-tpm-de-ofertas.html
    PARTICIPE VOCÊ TAMBÉM !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, Carla, obrigada !
      Irei seguramente visitar seu blog :)
      Beijo. D

      Eliminar
  3. Os franceses chamam-lhe, salvo erro, "Fièvre de printemps", soa definitivamente melhor no original do que em português. Entre soar e sentir há uma diferença, contudo -- e espero que a "fièvre" se afaste rapidamente para deixar "printemps" se estabelecer em pleno.

    Tudo de bom, M D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá querido X! Obrigada pour m'aider neste May Day com as suas palavras.
      Não há bem que sempre dure, nem mal que não acabe... Seguramente que depressa acabará a bera ( assim espero) e a vera tomará o que é seu de direito.
      Se for o caso , BFSP (prolongado) beijinho.

      Eliminar
  4. É como costuma dizer-se; "Não há bela sem senão..."
    O que vale é que é uma fase passageira, mas que é horrorosamente incomodativa, lá isso é,
    e nada melhor que Rossini para te fazer companhia.
    As melhoras, D!
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Laurinha, é certo que passa, provavelmente não mata, mas mói horrivelmente.
      Beijinho, querida, e obrigada.

      Eliminar
  5. Ana Mariamaio 01, 2014

    Conta-me dessas, comadre. As melhoras para ti, para mim e para todos por aqui. Até o cão tem tosse. Bjkas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tu, não sei, mas eu amanhã tenho que estar boazona :) :) :)
      Põe-te fina, piquena

      Eliminar
  6. Respostas
    1. Hello Sabine, thankx. :):)
      Beg, big kiss

      Eliminar
  7. Não pude deixar de sorrir - sei o que é sofrer de alergias (o médico chama-lhe rinite alérgica e não é sazonal, pode ser o pó, o vento, diferenças de temperatura...), havendo dias que mal posso abrir os olhos. Mas a estrutura, quase poética, que conferiste a este texto, acabou por "homenagear" a alergia :) :)
    Rápidas melhoras!
    Bjo, M D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um texto inspirado numa obra não publicada de Igor Stravinsky, A Sagração das Alergias... :):):)
      Tenho sinusite crónica que se instalou depois de sucessivas rinites alérgicas, tenho dias muito maus, mas nas mudanças de estação é a tosse que me mata.
      Obrigada, querida OF, beijos.

      Eliminar
  8. Até nas alergias és uma poeta.
    Que brilho primaveril nessa prostação.

    Para escreveres tão lindas palavras sempre vale a pena a prima, a tal de Vera.

    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Diz-se que para se ser poeta tem que se sofrer... e tossir, e espirrar... isto SE algum dia chegar a ser poeta. ;)

      Beijos grandes, minha Pérola.

      Eliminar
  9. Ah como compreendo! Esta Madame que lhe escreve sofre de todas as maleitas acabadas em -ite- :( ele é rinite, sinusite, bronquite. Chega esta altura é o descalabro. Não há ordenado que pague os lenços de papel :) e essas florzinhas brancas aí da foto para além de me darem cabo dos brônquios e do nariz, atacam-me os olhos que parece coisa parva. Também não há ordenado que chegue para tanta lente de contacto e líquido de limpeza :) a parte boa é que ainda não fui à cama, o que muito me admira, mas nem é bom elogiar para não estragar :):)

    As melhoras, cara MD Roque! E parabéns pelo texto, tão bom!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bem vinda Madame.
      Ainda sinto lutas de gatos, mas já vou melhorando por entre acessos brutais, mas fazer o quê ?
      Agradeço a simpatia e a compreensão. It takes one, to know one.
      BFS e obrigada

      Eliminar
  10. Feliz fin de semana.
    Ale
    Costa Rica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola Ale ! Vale !
      Gracias y besos.

      Eliminar
  11. Por mais que seja umas palavras , "estado", soa muito poética e lindas, a primavera sempre traz algo em especial em nossas vidas e liberta nossa mente , muitas vezes vagamente, um grande final de semana e beijos em seu coração

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Sol e obrigada pela simpatia.
      BFS para si também e um grande beijo

      Eliminar
  12. Minha querida Madalena
    Desculpa a ausência... não desejada mas efectivada :)))
    Preciso organizar-me doutra forma, não sei bem qual... para chegar a todos os locais bons, como este...
    Entretanto, vamos dando os passos que podemos, na esperança de não sermos esquecidos. É que, tomando como mote o teu provérbio, eu digo: Quem não aparece, esquece!
    A Primavera, tão desejada por todos - até porque se atrasou bastante... - trouxe consigo os inevitáveis alérgenos, ou alergénios, e todas as altamente incomodativas consequências ( a minha filha é uma vítima em alto grau). Costuma-se dizer que "o pó de Maio" cura tudo isso, só que, desta vez, ou este ano..., foi ele o maior condutor dos outros "pós"...
    As melhoras, querida, e entretanto...
    Um feliz Dia da Mãe!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querida Mariazita, nunca poderias ser esquecida. Eu tenho sempre tão pouco tempo que normalmente aproveito o G+1 para marcar presença, mas sei que passo muito despercebida. Este ano ou os pós são mais fortes ou a carne mais velha e franca, porque tem sido um tormento que parece que ainda está para durar. Obrigada pela tua lembrança e pela tua amizade.
      Beijo e um excelente dia da Mãe para ti também.


      ( eu nem me importava de ser Madalena, porque gosto do nome, mas não sou. O meu pai viu o Frei Luis de Sousa, de modos que sou Maria Dulce :)

      Eliminar
    2. Querida... Maria Dulce :)
      Peço imensa desculpa pela troca do nome :(((((((((((
      Há dias chamei Manuela a uma amiga que se chama Luísa...
      Parece que o alemão me está a atacar em força !!!

      Beijinhos

      Eliminar
    3. Qual quê, qual alemão :):) Tola :):)
      É tão comum trocar nomes :):):):)
      Beijos

      Eliminar
    4. Este comentário foi removido pelo autor.

      Eliminar
    5. Viva Miguel. Recebi o recado. Beijinho :):)

      Eliminar
  13. Querida M D, desejo-lhe a melhoras. E que esta primavera tardia mas em força seja o precedente para um verão são e cheio de sol!
    Um beijinho,
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada, querida Susana. Desta vez tem sido mau demais. Como a sinusite e a rinite alérgica eu lido assim assim, mas desta vez trouxe muita febre, dores musculares fortíssimas e acessos convulsivos de tosse. Diz-se que é (mais) um vírus e não me larga, o malvado.
      Já anseio por uma chuvinha que faça baixar o pó.

      Beijinho. D

      Eliminar
  14. Nem tudo o que pedimos a Deus é o melhor para nós, sendo que Ele nunca nos entrega uma "cruz" maior do que a que podemos carregar.
    Mais uns lenços, uns espirros e uns medicamentos, logo vem o verão e tudo melhorará!

    um anjo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Angel e bem vinda. Deus te oiça . Você é um anjo. :):):):)
      Um grande beijo

      Eliminar
  15. Muito gostoso ler histórias assim ....adorei. o conto!

    Abraço e seja sempre bem vinda a meu cantinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :):) Obrigada pela visita Cristal.
      Vou visitar sim mais vezes. :)

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva