quarta-feira, 14 de maio de 2014

Da Cor Negra

"Embrulho-me em tudo isto como uma capa no frio"

 Alvaro de Campos





Capas negras de estudante,
São como asas de andorinha
Enquanto dura o Verão.
Palpitam sonhos distantes,
Alinhados nos beirais
No palácio da ilusão.

( Popular)






Hoje

Como há 11 anos atrás 


...e sempre

















Diz-se que o negro é a ausência total de luz.
Diz-se que a luz é a fonte de todo o conhecimento.
Diz-se que o conhecimento não ocupa espaço no tempo.
Diz-se que o tempo e o espaço caminham de mãos dadas como gémeos siameses inseparáveis, indissociáveis, intrínsecos.
Diz-se que o tempo e o conhecimento rasgam infinitos,  oceanos, tempestades, rochas e glaciares e fazem desabrochar metáforas, sementes de génio que formam pensamentos, caracteres , personalidades, que dão animo e alma ao invólucro breve e perecível  que embraça o ser consciente.
Diz-se que a criatura consciente é luminosa, pequena, dependente, hesitante , um grão de poeira, um gâmeta fecundado em branco, aberto como esponja ressequida a todo o conhecimento que sorverá sequiosa, sempre, mais e mais.
Diz-se que mais é bom, diversifica, estimula, faz crescer.
Diz-se que o crescimento acontece, lento e faseado para alguns, como um brilho dum raio, para outros e outros há, os mais felizes ou mais desventurados, que nunca chegam a crescer, a saber o saber de quem realmente é douto e sábio nestas coisas da sabedoria.
Diz-se que há alturas na vida em que o negro é luminoso e alegre, que projecta a fibra, que é apanágio de circunstância, daquele micro átomo de glória que celebra e coroa o triunfo da abnegação, do trabalho árduo e do alcançar de objectivos, metas de luz negra, que como asas ao vento pontuadas de cores , tiras alegres em farrapos de júbilo incontido, enchem o espaço e a alma da alegria da profunda satisfação duma etapa ganha, dum dever cumprido.
Diz-se que o breu que os traja é o indício do começo, da busca continuada  da luz do saber que guiará todos os os seus passos em cada encruzilhada tortuosa e escura da sua existência.



                              

( Capas Negras, 1947)

34 comentários:

  1. Parabéns à pequenota, que já deve andar pelos vinte e tal, mas os nossos filhos são sempre o nosso orgulho, verdade ?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Bundle of Joy, indeed. Obrigada Luisa

      Eliminar
  2. Ana Mariamaio 14, 2014

    É tal como dizes. Quem dera que os meus filhos sigam bons caminhos, porque nós damos-lhes boas bases.
    Beijinhos para ele e para os pais.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Até aqui, demos-lhe o necessário para que ela aprendesse a pescar, bem, conscientemente e com dignidade. O futuro dela, tem as páginas em branco e aguarda que ela as escreva. desejo muito que as escreva bem, como a irmã tem feito até agora. Obrigada e beijinho

      Eliminar
  3. Sua postagem é sensacional !
    Fraterno abraço
    Nicinha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Nicinha, Obrigada pela presença e pela sempre pronta simpatia.
      Grande beijo !

      Eliminar
  4. Estou a ver que a tua filha conseguir cumprir com êxito os objectivos a que se propôs. Parabéns!
    Sabe tão em esse preto que ficará para sempre como uma recordação boa. Quanto a mim, diga-se o que se disser acho que os nossos melhores tempos são quase sempre os que são passados a estudar. Oxalá que a partir daqui o percurso profissional seja recompensador de todo o empenho.
    Compreendo hoje tão bem os motivos da tua inspiração! :-)
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho tantas saudades dos meus viveres de estudante... :) :)
      Há 11 anos (é a diferença de idade entre elas) senti pela primeira vez esta sensação de termos sido bem sucedidos como pais e educadores. O saber está em permanente evolução ; agora só depende dela chegar onde quiser, tricotar os pontos e as laçadas das malhas do seu futuro.
      Nós providenciamos o alicerce e eu acredito que como a irmã, ela saberá arquitectar condigna e eficientemente o amanhã.
      Somos mães , Laurinha... Pragmáticas babadas e choronas, é o que é... :):):):):):):):):):)
      Beijos.

      Eliminar
  5. Parabéns! É tão bom saber que os ajudamos e que lhes demos as ferramentas necessárias para caminharem sozinhos, sabendo no entanto que estaremos por perto...
    Um beijo :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Isso é que é um dogma escarrapachadinho. Falar sobre o nosso orgulho e sobre o que ajudámos a alcançar, e errarmos no tempo do verbo.... deveria ser ajudaremos ( e sempre, pelo menos enquanto nos for permitido andar por esta orbe azul)
      Sempre foi, é e será. Beijos minha querida e muito obrigada :):):):):):)

      Eliminar
  6. Voltarei, preciso de concentração e os meus olhos andam doentes...
    Bjo, D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boas melhoras, minha querida.
      Um grande beijo e BFS :)

      Eliminar
  7. Obrigada por seguires o meu blog, também já sigo o teu :)

    A capa de um estudante carregará sempre muitas histórias, lágrimas, sorrisos e saudades

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Andreia, bem vida !! :)
      Acredito que sim. A capa carrega toda uma época fantástica que se relembra sempre e sempre, num misto de alegria e saudade.
      Beijo e BFS. :):)

      Eliminar
  8. As capas ficam pra sempre,pelo menos em lembranças! abraços, tudo de bom ,lindo fim de semana! chica

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Chica, obrigada. São pedaços de tempo, memórias felizes que guardamos com carinho.
      Beijo :)

      Eliminar
  9. Olá,
    Não consegui ouvir o vídeo: problemas no meu som, então, fui no youtube( fa de um lindo e triste filme)
    a cor negra se misturada divide-se em várias outras cores, cabe a nó usarmos com inteligência para termos um futuro promissor.
    Obrigada pela visita
    Beijo
    Lua Singular

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Dorli, certíssima, como sempre. O futuro somos nós que o fazemos.
      O vídeo é muito antigo, do tempo em que a capa era o símbolo do estudante e a nossa Amália uma rapariguinha bonita.
      Obrigada, um beijo e BFS.

      Eliminar
  10. Nossa, mas és mesmo agitada, conforme dizes no perfil. Obrigado pelo comentário.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre a 1000 à hora, Marcos. :)
      Obrigada pela presença e pela simpatia.
      Abraço e BFS :):):)

      Eliminar
  11. Maria do Céumaio 18, 2014

    Olá MD. Gostei muito de ler sobre este negro , porque apesar de muita gente poder considerar a bênção das fitas uma fantochada, parnós, que terminámos a etapa mais importante do nosso percurso académico é uma cerimónia cheia de simbologia e fé no futuro.
    Obrigada por escrever tão bem e parabéns, à filha, suponho:) :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Foi a filha, sim.
      Obrigada Céu, beijo.

      Eliminar
  12. Sei que usa o G Plus, porque sempre recebo as notificações por e-mail. Gostei muito do seu post, querida.
    Beijos e apareça sempre que puder,
    Renata

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Renata ( também tenho uma Renata. :).
      Beijinho e BFS

      Eliminar
  13. Parabéns à menina pelo sucesso.
    Gostei deste texto sobre a cor negra. O negro lembra-me a noite: essa espécie de luz transfigurada...
    Obrigada pelas palavras deixadas no meu "Ortografia". Passarei aqui outras vezes.
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, Graça. Gostei de ler o seu texto e voltarei mais vezes.
      Obrigada pela presença. A filha também agradece.
      Beijinho.

      Eliminar
  14. Olá M D Roque!
    Há de fato muitos dizeres! Alguns são populares.
    Alguns que você listou como: "dizem" parecem-me mais conceitos da ciência do que um conhecimento de senso comum.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, obrigada pela preseça e pela simpatia.
      Mesmo os factos cientificamente comprovados começaram por ser uma teoria de alguém, algo que alguém disse antes de ser aceite pela comunidade mundial. :).
      BFS

      Eliminar
  15. Parabéns! Deste-lhe as asas e ela aprendeu a voar. Que tenha voos certos e seguros. Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só fizemos o quaisquer pais fazem pelos filhos, dentro das possibilidades que dispõem . Acreditou que fomos uns bons pais e qualquer uma delas cumpriu aquilo a que se propôs.
      Qualquer dia será, quem sabe, a vez dos netos. Espero poder, dentro das minhas possibilidades, vir a ser uma boa avó.
      A Renata agradece, Gaja, e eu também.
      Um beijo grande. D

      Eliminar
  16. Esta tua postagem/texto era-te obrigatória: fixar um momento de orgulho, de sensação do "dever cumprido"... Reitero os meus parabéns pela parte que te coube no acompanhamento de um percurso e à filhota por o ter completado.
    Mas este momento, aqui transposto no texto, brilha ainda mais pela abordagem que seguiste. O negro só o é enquanto não se vê a luz, mesmo que o túnel seja comprido demais. Também não será por acaso que a Idade Média é apelidada de idade das Trevas, seguindo-se outras épocas, Renascimento, Iluminismo (ou século das luzes, etc). Em sumo, fizeste um entrosamento perfeito para a mensagem essencial "conhecimento"...
    Bjo, D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Estar feliz e orgulhosa é a sequência natural duma realização pessoal e colectiva, culminando com o êxito a que se propôs. Como o conhecimento nasce e se renova diariamente,impõem-se o reforço contínuo... um pouco como os vacinas, o bichinho fica lá, não podemos é deixá-lo adormecer ou até morrer. :):):):).
      Beijo, querida EU e muito obrigada, por ambas mãe e filha.

      Eliminar
  17. Antes de tudo, obrigada pela visita.

    Desejo muito sucesso! O conhecimento é o alicerce do futuro, sempre o será...

    Gostei muito do texto.

    bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Ana. Obrigada pela presença e pela simpatia. :):):)
      BJ

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva