segunda-feira, 26 de maio de 2014

Asas

"Disse a flor para o pequeno príncipe: é preciso que eu suporte duas ou três larvas se quiser conhecer as borboletas." 

Antoine de Saint-Exupéry


Gosto da Noite imensa, triste, preta, 
Como esta estranha e doida borboleta 
   Que eu sinto sempre a voltejar em mim! ... 

Florbela Espanca








Quem nunca sonhou ser belo ? 

A beleza não é essencial à vista, diz o escritor, mas também é certo que o povo é sábio quando afirma que os olhos também comem... aliás as primeiras impressões, nem sempre são as mais correctas , mas são as que se encontram em primeiro lugar no pódium das considerações que tecemos durante a fugaz lonjura dos dias da nossas vidas.
Os teóricos do caos falam do efeito borboleta como o princípio de um encandear de situações que poderá levar à aniquilação total e de como a  fragilidade de uma simples variável adaptada a sistemas dinâmicos e complexos pode influenciar as não-linearidades do conhecimento.
Eu falo do efeito borboleta num constante procurar pela exaltação do sublime, numa transformação do grotesco no belo, na apoteose da leve magnificência de um ser efémero que só deixa a suave marca da sua infinita beleza,  num mimetismo polifórmico num mar flutuante de cor.
Qualquer um é a lagarta que tece o casulo e se resguarda , que espera pacientemente na crisálida que da pupa  aconteça o imago, que aguarda resignadamente a lenta metamorfose, para num apoteótico clímax de fascínio, mostrar ao mundo o  encanto e a majestade em todo o seu esplendor.
É com borboletas no estômago e alegria na alma que nos deslumbramos com a grandiosidade do frágil encanto. Prende-se-nos o olhar e a respiração, sentimo-nos sufocar e deixamo-nos ir,  desvanecendo com os sentidos, enquanto uma voz do fundo dos tempos nos ecoa e aturde, como um alfinete embebido em éter " Quid pro quo, Clarice, quid pro quo".






                                       

68 comentários:

  1. Gostei muito da "dissertação" sobre o tema e suas variáveis...
    Muito bom :)

    Um beijo amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E eu que nem tinha acabado... confusão de botões... deve ser do efeito borboleta.
      Beijo, Daniel e obrigada :):):):):):)

      Eliminar
  2. Olha, gostei imenso. Nem digo mais nada. :DDD

    ResponderEliminar
  3. Ana Mariamaio 26, 2014

    Eu que ando sem tempo e que pensei que fosse a música dos GNR, depois de ler fiquei de boca aberta. Onde é que alguém vai buscar a ideia maluca de associar o Hannibal do Silêncio dos Inocentes com borboletas ? Mas depois lembrei-me do filme e da representação da metamorfose... e rematar com o MJ foi brilhante, velhota !!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tschhhhhhh... pois que até salivo minha piquena Ana.
      Gostei que gostasses e entendesses. Beijo

      Eliminar
  4. Uau que imagem tão linda!! Queria tanto tirar um RX e ter umas borboletas "dentro deu" :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tens que te contentar com as célebres borboletas no estômago... diz-se que é o que se sente quando quando estamos apaixonados, por exemplo... :):)
      Bjo. Katy

      Eliminar
  5. O meu primeiro comentário aqui: Li, profundo e complexo, obrigou-me a ler mais que uma vez, mas gostei !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Ricardo.
      Foi um primeiro comentário excelente, do meu ponto de vista :):):)
      Muito obrigada e um abraço.

      Eliminar
  6. Ao longo da vida vamos sofrendo transformações e acho que cada um tem uma beleza própria. Há aqueles que não a sabem aproveitar e depois há os outros que, mantendo a humildade e sabendo continuar no caminho, chegam mesmo à fase de borboleta.
    Gostei imenso do texto!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O tempo médio de vida duma borboleta é cerca de um mês e meio após a saída do casulo. Apesar de belas, vaporosas e magníficas, podem ser deslumbrantes ou deslumbradas, e nós acabamos sempre por nos questionar sobre a tal beleza interior.
      Beijo, Andreia.

      Eliminar
  7. Há tanta gente a buscar uma segunda pele, não satisfeitos com a primeira.
    A associação com a metamorfose do Silêncio dos Inocentes foi de grande mestria! Quem se lembraria?!...:-)
    Gostei muito. E não conhecia esse tema do M. Jackson.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laurinha, ler os teus comentários é tão booom !!!
      Beijos, :):):):):)

      Eliminar
  8. Émedêamiga

    Venho de Goa, após quatro meses de felicidade no Paraíso e quando dou por mim descubro que és minha (per)seguidora. Venho ver quem és e deparo com alguém que escreve: "É com borboletas no estômago e alegria na alma que nos deslumbramos com a grandiosidade do frágil encanto. Prende-se-nos o olhar e a respiração, sentimo-nos sufocar e deixamo-nos ir, desvanecendo com os sentidos, enquanto uma voz do fundo dos tempos nos ecoa e aturde, como um alfinete embebido em éter " Quid pro quo, Clarice, quid pro quo".

    Adoro.Tens de ser uma pessoa dotada de alma (se é que ela existe...).de coração (esse sim, está lá, no peito, de comunicabilidade. Estou absolutamente certo que és assim, que já te conheço desde o Big Bang, mas és jovem eternamente...

    Prontos, sem s, espero-te na minha Travessa com comentários. e já sou teu seguidor

    Qjs = queijinhos = beijinhos - e rimam...

    Para te contactar mais facilmente envia-me o teu endereço de imeile (termo de minha invenção...)


    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Ah, Goa, Henrique, quem dera... Poder deixar de sonhar com os fascínio do Oriente e poder vivê-lo...um dia....
      Normalmente sigo quem gosto de ler, apesar de não ter tanto tempo como gostaria, mas prometo que vou tentar ser mais assídua.
      Quid pro Quo Henrique. :):):):):)
      Abraço.

      Eliminar
  9. Decididamente NUNCA serei adepto do G+ apesar de já ter mais de 7 milhões de visualizações.

    Vejo que tens Instagram... vou dar uma espreita.
    Beijo e aparece sempre nos meus tascos !

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sabes que fotos me encantan...

      Tenho algumas coisas no instagram, mas apesar de bom programa , é muito limitado...
      Para quando tiveres tempo Espreita !!! é o link
      São todas da minha casa... :):):)

      http://acontarvindodoceu.blogspot.pt/2012/10/que-ves-tu-da-tua-janela-d_19.html


      Eliminar
  10. M D Roque , vim retribuir sua visita e fiquei encantada com o que vi e li . Parabéns ! Estarei sempre presente por aqui . Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marisa, bem vinda. Obrigada pela presença e pela simpatia.. Um Beijo. :)

      Eliminar
  11. Olá, M D.

    Também por lá tenho o G+. Apesar de não me entender muito bem com aquilo, mas lá o vou usando.
    Apesar de muitas vezes o fazer em silêncio, é para mim um prazer passar por aqui. E acredite que passo muitas vezes.

    Beijo e abraço :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Para mim o G+1 é uma espécie de cartão de visita, que mostra a minha passagem , a minha leitura e também o agrado, pois partilho o que li/vi/ouvi. É para quando andamos a correr, mas não queremos ficar em falta com os amigos.
      Infelizmente, querida Sónia, o tempo é cada vez mais um luxo e escrever um comentário que se preze, leva algum tempo... Aí entra o G+1 :):):):). São as batotas que fazemos com carinho :):):):):)
      Obrigada pela visita e um beijo da D

      Eliminar
  12. Nos dias de hoje infelizmente as pessoas querem porque querem ficar belas, a beleza é apenas emprestada, a verdadeira beleza é a interior a que está dentro, M D Roque obrigada pela sua visita passando pra desejar uma ótima quarta-feira beijos.

    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Lucimar, está certíssima, a verdadeira beleza não devia ser essencial ao olhar, mas nem sempre é assim que acontece.
      Obrigada pela preseça. Um beijo. :):):):):)

      Eliminar
  13. Olá!
    Gostei de toda a publicação, plena de unidade, a partir de metáfora oportuna!
    Abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, Joaquim, Bem vindo.
      Obrigada pela presença e pelo perspicaz comentário.
      Abraço. da D.

      Eliminar
  14. Excelente e inteligente texto, além de muito bem sintonizado com as citações, imagem e música. A imagem é muito interessante.
    É certo que a beleza, por si só, encanta apenas à primeira vista em alguns casos, mas não deixa de ser um fator de atração. Porém, poderá diluir-se na proporção em que a pessoa que a detém se mostre vazia e desinteressante. Por isso se diz que a verdadeira beleza vem de dentro das pessoas.

    Beijo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Vera. A verdadeira beleza reside sempre na alma, mas ninguém veste a alma do avesso , as primeiras impressões por vezes marcam demais e só o tempo nos conduz às grandes descobertas, até a grandes descobertas de auto-conhecimento, quem sabe ?
      Beijo da D.

      Eliminar
  15. Profundo! Fascina-me essa teoria do caos, esse efeito. dominó. demostrando que ninguém está só, que tudo está interligado no grande todo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Fábio. Também acho fascinante que a insustentabilidade duma ínfima varáveis possa causar ume reacção em cadeia com poder destrutivo total. A beleza pode se apocalíptica.
      Obrigada pela presença. Beijo.

      Eliminar
  16. Muy inteligente tus apreciaciones sobre las primera mirada...Enhorabuena

    un abrazo

    fus

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hola fus, Gracias por lá excelente revisión.
      Abrazo !

      Eliminar
  17. Somos seres visuais e as primeiras impressões que alguém nos transmite vem de seu exterior. São falhas, muitas vezes, mas só vamos perceber o equívoco com o uso da razão. A borboleta surge bela, para curta vida. E podemos nós, humanos, nos embelezarmos para ela, dentro e fora. Bjs.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É verdade, Marilene, apesar das transformações exteriores serem escolhas que partem do ponto de vista de cada um, assim beleza da alma é intrínseca, nasce connosco e depende de nós a sua manutenção.
      Beijos :)

      Eliminar
  18. E não é que ainda aqui passei hoje?!
    E como gostei do que li!
    Tanto que vou ficar por cá.
    Abreijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva , Pedro, bem-vindo, fique á vontade.
      Agradeço a presença e as palavras.
      Abraço. :)

      Eliminar
  19. Querida amiga
    Vou viajar. Estarei ausente por dois meses, no mínimo.
    Sempre que tiver oportunidade irei ao meu blog e farei visitas tanto quanto for possível.
    Tenho no «DEUSA» um post de despedida.
    Tenho que usar este esquema de “copy & paste” porque não tenho tempo para me despedir de cada pessoa individualmente.
    Deixo um beijo amigo e um “até sempre”.
    Miguel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido Miguel, desejo-lhe uma excelente viagem e muitas, muitas felicidades.
      Beijo grande da D. :):):)
      ( viagens= fotos... Fico a aguardar muitas :):):):):):)

      Eliminar
  20. É nóis tudo nessa pelo mundo afora.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nós somos borboletas, pelo menos na imaginação... voamos livres, a luz fascina-nos, os elementos revolvem-nos, somos efémeros e desprocupados. :):)
      Beijo Marcos :):)

      Eliminar
  21. Olá! Obrigada por sua visita! Seu blog é muito bom... e esse post é pra pensar mesmo! Beleza é algo subjetivo, depende muito "dos olhos de quem vê"! E, não adianta ser belo só por fora, a beleza maior vem de dentro e independe dos fatores externos. Bjks Tetê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Tetê. Agradeço a visita e a relevância do comentário, com o qual concordo bastante, até porque penso que o sentido da visão nos altera muitas vezes a perspectiva da realidade.
      Beijo da D.

      Eliminar
  22. OI !
    AGRADEÇO TUA IDA AO "SÓ PRA DIZER" E RETRIBUO COM MUITO CARINHO.
    ESTOU TE SEGUINDO E PRETENDO AQUI VOLTAR.
    ABRÇS

    http://zilanicelia.blogspot.com.br/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Zilani, obrigada.
      Vou voltar no Só pra dizer sem dúvidea. Gostei muito.
      Beijo

      Eliminar
  23. Um excelente texto. A ideia da metamorfose foi bem escolhida. As borboletas são o produto final dessa ideia de beleza que todos desejam... Mas há tantas formas de beleza, não é?
    Abraço.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muitas mesmo, mas a nossa impulsividade e pouca reflexão leva-nos sempre a escolher com o olhar. Descobrir outras formas de beleza leva o seu tempo. :):):)
      Obrigada, Graça, Beijo

      Eliminar
  24. Boa tarde,
    A beleza é relativa mas necessária, nossa tendência é caminhar para o belo e rejeita o horrível.
    Abraço
    ag

    http://momentosagomes-ag.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva A.! (sabe que também sou Gomes, do meu av^materno? :)
      É tão comum sermos levados pelas primeiras impressões, que são as que os olhos nos transmitem. Encontrar outras formas beleza não-padrão é bem mais moroso do que um simples olhar.
      Abração. D

      Eliminar
  25. Excelente querida M.
    Acabamos sempre por devolver aquilo que nos foi oferecido, no início...
    (aproveitei férias para mudar o casulo)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Querido quiescente, é uma hora e um privilégio para mim poder comungar de mais uma metamorfose.
      Beijos mil
      D

      Eliminar

  26. "O essencial é invisível aos olhos"

    E, porque já tanta coisa foi dita e bem dita nos comentários, fico-me por aqui.

    Obrigada pela visita. Bom fim de semana.

    Beijinho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço e retribuo o beijinho e os votos de bom fim de semana, assim como a presença e a simpatia :):)

      Eliminar
  27. Já tinha lido mas sem tempo para comentar adiei (aliás, nos próximos tempos, vamos ver como me "governo" - obras a começar cá por casa).
    Texto de que gostei imenso pela temática, coerência discursiva e retrato de uma realidade cada vez mais presente: o culto da imagem.
    Pegando também em Antoine de Saint-Exupéry, cito: "Eis o meu segredo: só se vê bem com o coração. O essencial é invisível aos olhos. Os homens esqueceram essa verdade, mas tu não a deves esquecer. Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas."
    Um bjo, D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Sempre achei a raposa uma vivaça. Obras em casa são ideias do Demo que por vezes nos assaltam para desestabilizar e enlouquecer a já inquieta existência. Boa sorte.
      Beijo.

      Eliminar
  28. Boa noite, MD esse texto belíssimo, duma profundidade que nos toca no fundo da alma querendo ou nºao.
    bj amigo
    Carmem

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Carmem, agradeço do coração a visita e o gentil comentário .
      Um beijo grande da D. :)

      Eliminar
  29. Já passei por cá várias vezes, e volto, volto sempre...
    Profundo e belo.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. :)
      Hoje, a esta hora, cansada de consolar tristezas, as suas palavras foram especiais. Obrigada.
      Beijo.

      Eliminar
  30. Olá!
    Vim retribuir a sua gentil visita...
    Adorei o seu Blog tbém, e já estou te acompanhando...
    Um super bjo!

    Alê- Bordados e Crochê
    Fã Page

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Alessandra, bem vinda.
      Obrigada, bom Domingo e muitos beijinhos.

      Eliminar
  31. M D Roque obrigada pela visita tenha ótimo domingo abraços.
    Blog /Fan Page / Twitter /

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Agradeço , Lucimar. Muito Obrigada.
      Um santo Domingo , muita paz e um grande beijo.

      Eliminar
  32. Penso que desde o nascimento até antes dele somos como uma borboleta, passamos por vários estágios, podemos ter uma beleza imensa se aos nossos olhos nos sentirmos assim, ou podemos não ter beleza alguma se não suportarmos o peso da vida ..

    Acredito que a beleza está nos olhos de quem vê ...

    Bjos
    My

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É muito acertado, Minda querida. Há mesmo aquele velho ditado que diz "quem o feio ama, bonito lhe parece", e não podia ser mais acertado. :):)
      BFS e um beijo .

      Eliminar
  33. Oi querida
    Passamos por metamorfose assim como as borboletas e a cada mudança uma nova possibilidade. Isso é que é bom.
    Beijos e um lindo final de semana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A beleza que nos vem de dentro compensa todas as penas , Gracita, querida.
      BFS e um grande, grande beijo

      Eliminar
  34. A beleza é relativa mas tem muito poder.
    Bjs

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Absolutamente!
      Até o macabro tem imensa beleza, assim como a morte.
      Obrigada e um beijinho Elisabete. :):)

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva