quinta-feira, 6 de março de 2014

Where the truth ...lies...

“Vivemos numa sociedade de vitimização, onde as pessoas se sentem bem mais à vontade sendo vitimizadas do que erguendo-se sozinhas.” ―Marilyn Manson




A auto-vitimização e desculpabilização como reflexo da desresponsabilização individual 


 Uma pessoa simpática e afável, mas com uma deflação de auto-estima proporcional a uma autocentração e um egoísmo quase patológicos, elege sempre os outros como bodes expiatórios dos seus problemas, das suas próprias atitudes menos próprias, da sua irresponsabilidade pessoal, transformada, ulteriormente, em atitudes depressivas de auto-desculpabilização e vitimização. (…) Isabel Metello.









Tens a mocidade a teu favor, a beleza e o viço  que a acompanham. És inteligente, agradável e competente nas funções que realizas com inusitada responsabilidade. Falta-te carácter e humildade para aceitares as tuas escolhas e te afirmares como pessoa forte e independente que poderás vir a ser, se aceitares as tuas falhas.
É que sabes,  os líderes não se vitimizam, não procuram palavras de conforto nem de consolação para lhes acarinharem o ego, para chamarem a si atenção e simpatia. 
A vida é feita de alegrias e tristezas , que concorrem paralelamente no mesmo plano , tentando continuamente suplantar-se. É na força interior com que amorteces os embates duros e pertinazes que recorrentemente te poderão assaltar, que fundamentas a integridade da tua consciência.
Lembra-te que as horas correm, os dias passam e os anos veloz e inexoravelmente vão deixando as suas marcas. Agarra as oportunidades e constrói o teu futuro sobre pedra basilar em solo sólido. Nunca te esqueças que a mentira, a falsidade e a arrogância andam sempre de mãos dadas e que são as tuas escolhas que te definem. Escolhe bem. Pensa antes de escolheres. Reflecte enquanto pensas, pára para reflectires. Ajuda o teu ego a navegar pelo mar revolto da hierarquia e da autoridade; podes odiar a ondulação, mas terás que a navegar , por isso aprende a usar algo  que acredito não te seja familiar: chama-se bom senso e poderá ser o teu melhor amigo, se o deixares caminhar lado a lado com o teu ego, todos os dias, horas, minutos e segundos da tua vida.
E nunca te esqueças do importante axioma que diz que, por pior que te possas sentir, há com certeza alguém que estará  em piores circunstâncias, que encarará a vida com determinação e, quem sabe, a pegará pelos cornos e a dominará com  um sorriso nos lábios.


                              

18 comentários:

  1. Nem me digas que me dedicaste um Post !!
    :):):):):):):):):):):)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se te serve a carapuça... mas digo-te com toda a franqueza, que esta carapuça serve a TANTA, mas tanta gente que conheço...ui...
      Beijo

      Eliminar
  2. Ótima reflexão.
    O ato de vitimizar tira a nossa culpa e coloca em outro ou em situações.
    Mas o que a gente ganha se mostrando coitado?
    Talvez atenção, o mundo é carente de amor e de atenção.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não ganha nada fazendo de coitadinho, Bell, só demonstra fraqueza se carácter...
      Obrigada pela visita, que adoro sempre !!
      Um grande, grande beijo da D.

      Eliminar
  3. Devo dizer que gostei muito de ler isto.

    Um abraço

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O síndrome da vitimização pode ser erradicado ! Já bastam as vítimas reais de tanta tragédia...
      Obrigada Sónia, um Beijinho.. D

      Eliminar
  4. É algo que me ocorre, quando por alguma razão me dá para isso (felizmente é muito pouco comum :-b). Existe sempre alguém que está pior que nós. Sempre. Beijocas, M D Roque :-)

    R.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso que me faz reagir e que me obriga a calar as lamúrias de como sou desgraçadinha, sempre que não me sinto tão bem como quero ( o que infelizmente é muito mais frequente do que gostaria) .
      Beijos, muitos, querido R.

      Eliminar
  5. Concordo imenso com este post! Muitas vezes reclamamos sem razão, por coisas insignificantes. Outras vezes acontece-nos algo por acaso e culpamos outros. Achamos que devemos ser ajudados por alguém a reerguemo-nos, quando a responsabilidade de o fazer é só nossa.
    Em alguma altura da nossa vida já fizemos isto.
    Admiro quem contraria esta tendência e vence na vida mesmo quando tem contra si diversos obstáculos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. E quantas vezes não empolgamos as circunstãncias para inspirarmos pena em vez de remarmos contra essa maré? É isso mesmo Cristina, conturbar obstáculos em vez de angariarmos pena para nós próprios, só merece admiração.
      Obrigada e um beijinho.

      Eliminar
  6. Gostei tanto deste post que fiquei a pensar como comentá-lo, queria reflectir a profundidade e a admiração do que senti ao lê-lo, tanto as frases dos autores identificados, como o seu texto e principalmente o seu texto. Como é verdade! E que bem escrito está!
    Um beijinho e uma boa noite,
    Susana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Porque há vítimas , tantas, e há também os que se vitimizam e que, infelizmente, são sem dúvida ainda mais.
      Obrigada Susana e um grande beijinho da D

      Eliminar
  7. E eu sou tão "fadista"... :|
    Felizmente depois da última tragédia, fiz o clique, e passei a ter outra postura perante a vida e perante os seus desafios bem diferente, bem mais objectiva.
    Parabéns pela reflexão. Faz-nos pensar...
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acredito que o primeiro impacto seja devastador. Já passei por isso. Mas é fantástico ser-se desgraçado rodeado do nosso conforto e de quem nos quer bem, sem pôr os olhos no mundo.
      Obrigada Benedita e um beijinho. D

      Eliminar
  8. Boa noite, MD
    A estas horas da noite, depois de um dia de trabalho intenso (aqui trabalha-se mesmo)(rentaliza-se o tempo ao máximo), para descontrair antes de mergulhar no sono reparador, vim dar uma voltinha - pequenita - pelos blogs amigos.
    Ao ler o primeiro parágrafo do seu texto veio-me à ideia uma frase dum amigo meu: Mandar não custa, o que custa é SABER mandar!
    É verdade, os líderes não se vitimizam, não precisam disso para nada. Os verdadeiros, lideram, ponto final.

    Gostei do texto e mais diria não fora o sono que me está atacando :) Você entende, eu sei.

    Minha amiga, tenha um bom fim de semana.
    Um beijo amigo
    Miguel

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma boa noite, descanse , relaxe e tenha um óptimo fim de semana.
      Obrigada e um beijo da D

      Eliminar
  9. Nunca tive jeito para tal...:)
    Ter ou não ter bom senso, eis a questão. Infelizmente, muita gente nem faz ideia que existe esta" medida" para a maior parte da resolução de conflitos. Pior ainda, nem conhece o seu significado...
    Um texto forte para gente dada a lamúrias...
    Bjinho :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Seria essa a intenção, se bem que também desconfie que muitos lhe desconhecem o significado.
      Beijo e Brgd. D

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva