quinta-feira, 27 de fevereiro de 2014

Sangue Oculto

"Enxugar uma só lágrima merece mais honesta fama, do que verter mares de sangue". Lord Byron





... A nossa vida é truculenta:

nasce-se com sangue

e com sangue corta-se a união

que é o cordão umbilical.
E quantos morrem com sangue.
É preciso acreditar no sangue
como parte de nossa vida.
A truculência.
É amor também.

Clarice Lispector










Redacção



Diz-se que o sangue fala mais alto.
O meu nunca falou realmente comigo, limitou-se sempre a circular e a exsudar quando o cérebro e as hormonas a isso o obrigavam.
Diz-se que tudo é uma questão de sangue.
O meu é um banalíssimo ORh+,  nem sequer o  factor Rhesus faz dele uma estrela, nunca será elevado à categoria de raridade nem condecorado por salvar vidas.
Diz-se que o sangue lava a honra.
Uma honra suja será sempre uma desonra aos olhos dos homens, por mais que se tente limpar e as nódoas de sangue não iriam branquear em nada qualquer imagem de honra perdida...
Diz-se que sonhar com sangue é desgosto
Nunca sonhei com sangue em quantidade para o poder culpar das lágrimas que já chorei.
Diz-se "Sangue do meu sangue"
Ninguém tem o meu sangue! O meu sangue é só meu, vem fechado numa embalagem própria, inócua e inviolável, corre-me nas veias, alimenta o meu corpo, dá-lhe a cor da vida.

É silencioso, para um imparável e arquejante corredor de fundo, semsaborão, para quem dá sabor à vida, inodoro, para quem o odor enlouquece os homens e invisível, para quem cria lagos imensos de morte. 

Vezes há que gela, outras que ferve, outras ainda em que  exulta, faz-me vibrar e corre que nem doido, no dédalo da  imaginação que  irriga constantemente, incansável e diligente.

Há quem tenha sangue azul;  o Pai dizia-nos que sim, que nascemos com sangue azul e o Tejo aos pés, já ali em baixo.
Deve ser por isso que quando quis dar sangue, participar e integrar-me como boa pessoa e cidadã que sou, me informaram que não, que não o podia fazer.  
Não faz mal, fica meu e  só meu e mimo-o com chocolates e outras coisas boas, porque afinal padecemos os dois do mesmo sofrimento: estamos ambos encerrados neste corpo sem poder sair.


It Sucks....




                                     

18 comentários:

  1. Adorei a música ! E o post também , claro, mas acho que já chamaste True Blood a outra coisa qualquer ;D:D:D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Se calhar... os neurónios andam com falta de irrigação... queres ver que tenho que comprar um irregador ????
      Beijo

      Eliminar
  2. Sangue oculto era um título melhor, porque afinal o sangue faz parte de nós e de tudo o que fazemos sem se dar por ele. :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És capaz de ter razão, se conseguir, altero outra vez... Os meus leitores é que mandam!

      Eliminar
    2. Muuuitoooo melhor !! :D :D

      Eliminar
  3. Temos o mesmo grupo sanguíneo!

    Posto isto, nunca achei que o sangue fosse assim tão altaneiro embora reconheça a sua fulcralidade na existência, na própria da vida.

    Beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quando te sentes gelar (sem pinga de sangue) ou corar ( o sangue a ferver) , quem pensas tu que está insidiosamente oculto por detrás das sensações ? E termos o tipo mais comum de sangue também é de valor... Pelo menos para nós.... :) :)
      Beijo

      Eliminar
  4. Que nojo de post. Só faltava pôr uma foto dum Tampax.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Que não seja por isso, caro Anónimo ! Os leitores mandam!

      http://www.loucura.pt/wp-content/uploads/2011/04/80082_absorventeintjpg.jpg

      Eliminar
  5. O sangue que nos corre nas veias, puro...

    ResponderEliminar
  6. Gostaria de partilhar contigo a postagem que publiquei hoje, dia 28/02/14, no meu blog A CASA DA MARIQUINHAS/
    Desde já o meu “Bem hajas!”
    PS – Desculpa o “copy & paste”

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá minha querida
      Vou lá lar um pulinho ainda hoje.
      Beijos

      Eliminar
  7. Excelente combinação texto/música. Adorei!
    Beijinho e bom fim-de-semana!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Jorge.
      Obrigada e BFS também.
      Beijinho e bom Carnaval. :):)

      Eliminar
  8. 28/02 é dia das doenças raras...e do sangue ?
    Ou quem sabe, "Sexinho e o sangue", belo "títalo" .
    Jokas :):)
    BFS

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva