quarta-feira, 29 de janeiro de 2014

Sympathy For The Devil

"Diabo: o autor de todos os nossos infortúnios e proprietário de todas as coisas boas deste mundo." Ambrose Bierce




Não és Bom, nem és Mau

Não és bom, nem és mau: és triste e humano... 
Vives ansiando, em maldições e preces, 
Como se a arder no coração tivesses 
O tumulto e o clamor de um largo oceano. 
Pobre, no bem como no mal padeces; 
E rolando num vórtice insano, 
Oscilas entre a crença e o desengano, 
Entre esperanças e desinteresses. 
Capaz de horrores e de ações sublimes, 
Não ficas com as virtudes satisfeito, 
Nem te arrependes, infeliz, dos crimes: 
E no perpétuo ideal que te devora, 
Residem juntamente no teu peito 
Um demônio que ruge e um deus que chora. 

Olavo Bilac







Não há ser mais inseguro do que este humano que somos. Os ditos irracionais que vivem condicionados à subsistência diurnal são tantas vezes mais ousados, mais resolutos  e expeditos do que os pensantes.
É certo que se vive num habitat social onde cumprir regras é fundamental para coabitarmos pacificamente, mas existe o livre arbítrio, aquilo que imprime em cada indivíduo a marca da sua personalidade. São as escolhas que fazemos que nos definem como pessoas. Somos nós que  transportamos o passado, criamos o presente e lançamos a pedra basilar do nosso futuro .
Não há prescrição para o advir, mas é normalíssimo atribuir-se os agravos da existência a outrem, principalmente aos nossos medos, insatisfações e negatividade a que normalmente chamamos diabo,  porque tudo o que corre mal é sem dúvida obra do diabo.
" São coisas do diabo" "Às vezes, atrás da cruz está o diabo escondido" "Quem com o diabo se deita, com o diabo amanhece" "Não vá o diabo tecê-las""O diabo a quatro" ... O mais característico de todos os dizeres "diabólicos", é sem dúvida " Que venha o diabo e escolha"... 
E nós, escolheremos nós assumir as nossas escolhas como próprias, e não imputá-las a um qualquer pobre diabo ? 
O orgulho é a raiz de todo o mal, e apesar de enraizado e ramificado na consciência dos homens não é robusto nem preciso como um relógio suíço, nem o relojoeiro é o diabo. O detentor da chave que lhe dá corda e alimenta somos todos, é cada um de nós.






              

22 comentários:

  1. Opá... isto é quase como se dissesses que não há diabo, ou que o coisa ruim é uma criação humana para explicar a sua maldade. Vais ser excomungada, pá.
    Beijinho.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Uma opinião é isso mesmo e nada mais... uma perspectiva (minha, neste caso) sobre aspectos da vida como ela é...
      Esta é a minha. Feel free para me desancarem à vontade.
      Ciao

      Eliminar
    2. D , minha querida, já alguém te perguntou porque é que publicaste um poema do vocalista dos Santos e Pecadores?
      Ahahahahahahahahahaha

      Eliminar
    3. Jura ! A sério? Santa ignorância
      :):):):):):):):)::):)

      Eliminar
  2. Ooooooh. Não estás etérea, a tua alma não sangra, fazes um post terra-a-terra e desiludes a tua legião de fãs.
    Ó miúda, borrifa-te para isso. Sabes que mais? Gosto mais quando escreves assim. Gosto mesmo muito mais.
    Fica bem :):):)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Imagine there's no heaven
      It's easy if you try
      No hell below us
      Above us only sky
      Imagine all the people living for today

      Imagine there's no countries
      It isn't hard to do
      Nothing to kill or die for
      And no religion too
      Imagine all the people living life in peace

      You, you may say
      I'm a dreamer, but I'm not the only one
      I hope some day you'll join us
      And the world will be as one

      Imagine no possessions
      I wonder if you can
      No need for greed or hunger
      A brotherhood of man
      Imagine all the people sharing all the world

      You, you may say
      I'm a dreamer, but I'm not the only one
      I hope some day you'll join us
      And the world will live as one


      Eu sou assim. Poesia não tem que ser em verso ou prosa poética. Podes encontrar poesia numa simples palavra... O meu objectivo com este blog é contar as minhas histórias, expressar as minhas ideias, as minhas opiniões, e tu já sabes que eu , em matéria de opiniões , subscrevo a velha máxima do Clinton Eastwood. Agora conta aí porque carga de água estaria eu triste , hum ?
      Beijões

      Eliminar
    2. A Maria Luisa é que acha que estás tristonha , eu só me reporto ao que me contam, aliás era bem mais divertido antes dos hinos, quando éramos só as 3 ou as 4 se contarmos a Mia.
      Animação , já!

      Eliminar
    3. Vocês piquenas, são malucas, e tu Aninhas, és uma amiga da onça . O que te vale é que gosto de ti.
      Vão arejar. Beijinhos

      Eliminar
  3. Sem dúvida que de são e de louco todos temos um pouco, o mesmo é dizer, de bondade e maldade, de bom e de mau... Importante não é tanto categorizar quanto entender, e se o dibao for um certo génio que até pode espevitar e desinstalar, até é bom... e se não for, pois todos temos os nossos dias...desde que no essencial fique sempre a amizade...

    Um beijo amigo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Daniel. Em N leituras possíveis , num cômputo geral, a conclusão é idêntica: para o bem e para o mal, a escolha é sempre nossa, porque somos nós quem está ao leme do barco que navega para o nosso futuro.
      Boa semana
      Abraço. D

      Eliminar
  4. entre deus e o diabo venha o diabo e escolha

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem dera ter estofo kafkiano suficiente para pegar num tema desses, Stranger. Isso é que era de de valor ! Mas pôs-me a remoer na ideia, isso pôs. :):):):):)
      Resto de boa semana.
      Abração. D

      Eliminar
  5. Olá,
    Ele ruge como um leão prestes a nos devorar... isso é fato...
    Deus é mais!!!
    Feliz 2014!!!
    Abraços fraternos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Boa noite Orvalho do Céu, bem-vinda
      É seguramente como diz !!
      Grande abraço e resto de boa semana
      D

      Eliminar
  6. A verdade é que somos tão inseguros, cobardes e fracos irresponsáveis, que precisamos arranjar bodes expiatórios.
    xx

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Laurinha, nem sabes o bem que me fazes!!
      Milhões de beijos, minha piquena !

      Eliminar
  7. Queria dizer "cobardes, fracos e irresponsáveis".... "The devil is in the details"...:-)

    ResponderEliminar
  8. Boa noite, M D
    A minha modesta incursão no campo da poesia deu origem a um post que publiquei hoje, dia 30.
    Devo continuar? É melhor desistir? Qual é a tua opinião?
    Aguardo-te na minha «CASA», para te pronunciares…
    Obrigada.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Mariazita , querida, tudo o que escreve é seguramente de valor.
      Daqui a nada já lá estou.
      Beijo.

      Eliminar
    2. Palavras assim só mesmo tuas, querida!
      Obrigada, por estas, e pelas que deixaste lá na minha «CASA», às 0,23H !!!
      BEIJÃO

      Eliminar
    3. És uma querida, Mariazita, obrigada. Faz mais poesia e muitos posts.
      Beijos Grandes

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva