domingo, 12 de janeiro de 2014

Behind the Eyes.


1. No princípio, Deus criou os céus e a terra.
2. A terra estava informe e vazia; as trevas cobriam o abismo e o Espírito de Deus pairava sobre as águas.
3. Deus disse: "Faça-se a luz!" E a luz foi feita.

Gênesis, 1



Mist

Low-anchored cloud, 
Newfoundland air, 
Fountain head and source of rivers, 
Dew-cloth, dream drapery, 
And napkin spread by fays; 
Drifting meadow of the air, 
Where bloom the dasied banks and violets, 
And in whose fenny labyrinth 
The bittern booms and heron wades; 
Spirit of the lake and seas and rivers, 
Bear only purfumes and the scent 
Of healing herbs to just men's fields! 

Henry David Thoreau





É Domingo, dia do Senhor, o tal sétimo dia, o do descanso, pelo menos para os Deuses, porque eu ainda tenho a cozinha para arrumar. Findo o almoço e à conversa, aproveito para me escapulir e escrever duas linhas.

Eu que tenho uma mente em ebulição permanente, perturbada qb, fui pesquisar em que parte do Livro do Gênesis Deus disse "Faça-se chuva e nevoeiro às 3 da tarde, de tal modo que o dia seja noite" , e conclui que Deus nunca disse semelhante coisa.
Não sou fanática das teorias da conspiração, por isso telefonei logo para Oliveira do Bairro por onde andam o Cocó e o Ranheta ( presumo que o Facada ficou por Belém) , pedi para satisfazerem a minha curiosidade e me informarem se o País passou a tarifa 2 em luz solar , que toda a gente reconhece como mais fraca e sumida. Garantiu-me o leporídeo que não que não iriam mexer na potência solar, que não estava previsto para o orçamento deste ano e provavelmente seria até chumbado pelos do Ratton , enquanto se ouvia o quelôneo em voz off a rematar que no sol não se mexe, que é irrevogável. Desliguei pouco convencida e fui ser a anfitriã perfeita, que foi o papel que hoje me calhou na rifa.

Mais dois dedos de conversa com as visitas e restante  família  que se junta para estes eventos, serve-se café... e escurece lá fora cada vez mais, adensa-se de tal modo que se te voltas de repente nada vês, só escuro, parece que te entrou a névoa para trás dos olhos.

A pensar que se o Sphen King aqui estivesse havia de convencer o outro a fazer mais um filme destes, porque o que poupariam em gelo seco dava para comprar o Mount Rushmore e ficarem com Cibola só para eles, apoiei a decisão de não se  ir ao Cabo da Roca, porque apesar de eu andar sempre com o lastro atrás, tenho muito respeitinho pela natureza e o vento já está a apregoar a sua presença com algum vigor. 
E não fosse o diabo tecê-las, o melhor seria furar o programa Conheça-Sintra-em-duas-horas e ficar a conversar em casa no quentinho até à hora do avião.
Daqui a nada há bolo e chocolate com natas ( daquele, vocês sabem...) e depois é fazer figas para que os aviões não fiquem como as gaivotas.

Um resto de bom Domingo a todos e , se tiverem mesmo que sair de casa, aconselho uma lanterna e night vision goggles.




                             


8 comentários:

  1. Mas a volta a Sintra, em se parando para umas queijadas e um chá quente, enquanto a chuva fustiga o verde em volta, é uma bela volta para um dia destes, digno dos mistérios de um Eça ou de um Almada Negreiros.

    Boa tarde, M D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. It was an Husband and his D lass,
      With a hey, and a ho, and a hey nonino
      And a hey nonino nino
      That o'er the green corn-field did pass.
      In the spring time, In the springtime,
      the only pretty ying time,
      When birds do sing, hey ding a ding a ding;
      hey ding a ding a ding;
      hey ding a ding a ding;
      Old lovers love the spring.

      Fica para dias bonitos, a dois, chá , queijadas e Regaleira... Maravilha

      Beijinho X, resto excepcionalmente bom. daquilo que temos por Domingo. :):):):):)

      Eliminar
  2. Przykro mi, że trzeba iść na spacer z latarką, bo jest mgła. Pozdrawiam.
    Sinto muito que você tem que ir para um passeio com uma lanterna, porque é nevoeiro. Seu.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Hello Giga ! Będzie to dość zabawne, udawać, że mają do czynienia z czymś tajemniczym. Dzięki za komentarz. Xi<3 D

      Eliminar

  3. OMG! Só mesmo tu para escreveres estas maluquices , embora concorde que está um dia horrível. Comentaste o comentário sobre Sintra com um poema que conheço , só não me recordo de onde. Beijos. Luisa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, Luisinha. Sabes que quem canta, seus males espanta e eu hoje estou muito cansada , por isso cantarolei uma cantiguinha que aprendi no liceu no século passado e cujo autor não é outro senão o nosso amigo "Billy" Shakespeare. Se buscares na net, certamente encontras a melodia, penso eu. :):):):):)
      Jokas.. D

      Eliminar
  4. Deixaste o André com soluços que só passaram com uma caneca de chocolate com natas :):)

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva