domingo, 8 de dezembro de 2013

Pray a part


"Não há papéis pequenos, só actores 

pequenos." - Milan Kundera




Now I lay me down to sleep,
I pray the Lord my soul to keep,
If I shall die before I wake,
I pray the Lord my soul to take

    





Eu não escolhi o papel que me calhou no teatro da vida, como não o escolheram os meus pais antes de mim, ou os meus avós antes deles. 
Encarno o personagem que me coube por capricho das Moiras coma as mesma resignação, boa vontade e capacidade com que encarnaria outro indivíduo qualquer.





Não é verdade que ficaria indiferente se me tivessem oferecido a possibilidade de ser o personagem principal; a ribalta é perigosamente sedutora para altruísmos e abnegações.
Desempenho o meu papel com o profissionalismo e a convicção que requer o seu tamanho e qualidade. Pertenço ao número infinito dos figurantes das grandes produções: o meu papel não foi escrito especialmente para mim,  poderia ser representado por outro qualquer actor de qualidade mediana, que tivesse a mesma garra e a mesma convicção. Não tenho camarim próprio nem flores no fim de cada representação. 

Desde que o sol nasce até que se põe, leio o guião, estudo o texto, sei as minhas deixas de cor e salteado, cada vírgula, cada ponto, cada respiração... nem preciso ensaiar, as palavras fluem tão naturalmente como se estivesse a declamar poesia para uma plateia de musas, com Calíope ovacionando de pé e pedindo um encore.

Como todo o actor que é consciente do seu valor, aguardo inquieta a chegada capítulo final, aquele que definirá toda a minha carreira, toda a minha existência, todas as canseiras, alegrias e tristezas da representação.




Anseio pelo brilho das luzes, o barulho das conversas, as pancadas ... schiu... a peça vai começar e eu vou ser sublime, vou conseguir frémito tal que a plateia se quedará silenciosa de emoção.
O pano cai e eu serei carregada em ombros, feliz, reconhecida , chorada.
E serei sempre reconhecida como eu , para toda a eternidade.

Se chegar à grande tela, procurem nos créditos, estou lá, estou lá mesmo antes de aparecerem as 3 últimas letras.


8 comentários:

  1. Já lá dizia Jaques, em As you like it:

    "All the world's a stage,
    And all the men and women merely players:
    They have their exits and their entrances;
    And one man in his time plays many parts,
    His acts being seven ages."

    Somos actores da peça que escrevemos. E mesmo que a escrevam por nós, entre a leitura e a representação, reside o nosso livre arbítrio.

    Boa tarde, M D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu sempre acreditei que a sorte somos nós quem a faz e que chegamos onde estamos pelas escolhas que fizemos durante a vida, mas que o palco já está montado e somos meros executantes, não duvido. Obrigada Señor X e um bom finzinho de tarde para si. :):)
      ( Até podia ser tabuleiro , peça e peão, mas era muito Hollywood, parece-me) :):):):)

      Eliminar
  2. Ninguém escolhe o papel que lhe cabe no teatro da vida. Pessoalmente, penso que talvez tivesse mudado o meu com algum esforço não me acomodando ao que me coube!!!

    Beijinhos.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu fui aperfeiçoando e acho que bem, porque apesar dos prós, dos contras e dos obstáculos que o palco na vida nos apresenta sinto-me relativamente confortável no meu papel. . Obrigada , Mona Lisa e resto de bom Domingo.

      Eliminar
  3. Acredito que nascemos predestinados a ser o que somos. Podemos alterar o percurso, mas não podemos mudar o caminho. Gostei do post. Luisa.
    PS. Bom semana de trabalho

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como já tive oportunidade de responder ao Señor-que -tricota-beleza-em -palavras, acredito que somos senhores do nosso destino e o presente é a soma das ações passadas. Até ao dia em que o crepúsculo chega e o pano desce. Beijinho e bons dias, todos os 7. Obrigada Luisa

      Eliminar
  4. Olá vim retribuir a visita,interessante sua postagem,costumo dizer sempre que aquele que começou a boa obra em nossas vidas é fiel para completa-la.
    Tenha uma ótima semana.
    Deixo meu carinho e paz.
    http://reginalayddepaz.blogspot.com.br

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada Layd, pela visita e palavras sensatas. Uma óptima semana para si também . Beijinho.

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva