quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Do vazio e outras coisas

"Estou cansado, tenho de tentar descansar e dormir, senão estou perdido em todos os aspectos. Que 
esforço manter-se uma pessoa  viva. Erguer um monumento não exige que se gaste tanta força." - Franz Kafka



.... Olhem lá se ele filosofasse menos e trabalhasse mais ? Dois dias na cozinha à volta dos tachos, das panelas e dos tabuleiros, pilhas de loiça para arrumar e limpar... os rescaldos natalícios não são propriamente pêra doce.


 Ninguém nasce ateu. Com certeza que o rapaz teve alegres Hanukkas proporcionados pela família burguesa de classe média alta no seio da qual nasceu. O despotismo paterno, os ventos de guerra ,  ter sido um late bloomer mal resolvido na sociedade intelectual e boémia Checa, e a consunção que acabou por lhe levar a melhor, em muito contribuíram  para a loucura e o surrealismo patente nas suas obras. Hoje kafkiano é praticamente sinónimo de  absurdo, e nem tudo o que é absurdo é de génio ou de uma incompreendida genialidade tal, que só uma elite consegue entender e transcender das suas obras. Li. Lê-se. Não volto a ler. É leitura de uma vez só.






Como é costume, perdi-me no meio disto tudo...

 Não ergui um monumento, não me transformei numa barata tonta,  estive sempre em processo de  cozinhar com esmero e arte, muito, como sempre, muito bom, como é tradicionalmente veredicto( cof cof )... jantou-se, almoçou-se, voltou a jantar-se e ainda há de fartura para hoje se fazer  uns bocadillos.

Limpar os restos do Natal não é fácil. É uma sentença  agridoce...  acabou o barulho, o fogão, a loiça, a mesa, os papeis, as fitas, os sacos... já cada paguro regressou à sua concha, ao seu espaço murado onde cada homem ou mulher é o senhor do seu castelo... 

Reclamei do cansaço e agora  posso descansar, relaxar em meditação, está tudo tão silencioso e tão vazio...





                              

10 comentários:

  1. Olá D ! Parece que foi de arromba, mas estafante, esse Natal !
    O que eu gosto quando parece que estás a escrever sobre coisa alguma e assim de repente ressaltam títulos de 3 ou 4 obras de Kafka ! Parece que o Natal te deixou os neurónios no lugar ! Bom 2014. Beijos da Ana Maria

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Ana Maria. A menina descobre-me os Wally's todos, mas ainda bem, é sinal que fiz passar a ideia. Tudo de bom para 2014 ! Beijinho da D

      Eliminar
  2. Olá M D.
    Muito obrigado pela visita. Gostei muito de conhecer o seu blog. Agora tempo de recuperar um pouco do cansaço e adoro REM. Parabéns pelo blog.
    Beijinhos grandes.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Helena, bem-vinda . O Natal é bonito mas acaba e nós com ele, estafadíssimos! Impõe-se um pouco de descanso; esta música dos R.E.M. é tranquila qb para o efeito.
      Votos de Bom 2014. Beijinho e obrigada. D.

      Eliminar
  3. Muitas, mas muitas vezes sinto que viver é muito desgastante. Muito mesmo. Mesmo nos momentos mais felizes. A felicidade também requer muita energia.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Podes crer, minha querida. É muito mais desgastante batalhar para ser feliz, do que simplesmente nos entregarmos à infelicidade.. Bom 2014, Um grande beijinho. D

      Eliminar
  4. "Nightswimming deserves a quiet night". It deserves, indeed. O verdadeiro silêncio é o da água, a água onde regressamos, mesmo que metaforicamente, em busca de refúgio. Depois de nos entregarmos tanto nesta altura, tanto, que nos esgotamos as reservas que tendemos sempre a sobreavaliar -- e onde descobrimos sempre quão frágeis e vulneráveis somos, afinal.

    Boa noite, M D :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como sempre, o meu trovador diz tudo na sua musical beleza , Beijinho X.
      Boa noite e que os anjos, aqueles que falam pela boca dos homens, velem pelo seu sono. D

      Eliminar
  5. Lindo seu blog
    Obrigada pela visita
    Ótima sexta-feira para vc!
    Beijos Coloridos!♥♥♥

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Margareth, seja muito bem-vinda . Faço votos para que 2014 lhe seja propício. Espero que volte mais vezes. Muito obrigad. Um beijo da D

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva