quarta-feira, 9 de outubro de 2013

O meu cagado.... Oooops ! Leva acento ??


Quatro patas, bom. Duas patas, ruim - George Orwell




O Omar Lombrando foi o meu primeiro animal de estimação. O Pai, avesso a gatos ( e só muito depois "trabalhado" para aceitar a Delilah) não interpôs qualquer objecção ao Omar. Era calado e quieto, apreciava moscas como entrada, não dispensava uma boa salada, adorava peixe fresco ou bacalhau bem demolhado e deliciava-se com qualquer carpaccio de carne que lhe servissem, sempre feliz, sempre sem reclamar. 
Cama, mesa e roupa lavada... que poderia mais um senhor cagado desejar?




Ao princípio pregou-nos valentes sustos por ser sonâmbulo, assim o críamos, e passear casa fora durante a noite, interrompendo o silêncio com um som fantasmagórico de passos na madeira encerada. A primeira impressão de quem se aventurava na descoberta da actividade paranormal era de puro terror, porque se ouvia caminhar e não se vislumbrava alminha que fosse, nem demónio, nem fogo fátuo... nada do outro mundo; bastava olhar com mais atenção para debaixo do móvel mais próximo e lá estava o Omar a olhar-nos, do fundo dos seus  olhinhos pretos de animal pré-histórico de bolso, muito mais assustado do que nós.


Baptizei-o influenciada pelos dois filmes que disseram mais aos meus 13 anos de então : Um Eléctrico Chamado Desejo e Lawrence da Arábia.


Uma vez a Sra. das limpezas deixou a varanda aberta e o Omar caiu do 3º andar, estatelando-se no passeio da rua com um ruído de quebra-nozes. Valente Omar, que tratado por mim com mercurocromo e adesivo só se lhe notava a carapaça estalada num lado e com uma pintura bem hippie , ficou ali para as curvas.
Quando se arreliava com os problemas da sua vida de cagado ficava literalmente todo saído da casca , com a boca desdentada aberta e a emitir um qualquer ruído gutural, pronto para o ataque. Dava-lhe forte, mas passava-lhe depressa.


Ninguém estranhava os seus súbitos desaparecimentos de meses a fio. Contava eu ao Menino as histórias do Omar, que se ausentava para ir ver a namorada, que era um operativo undercover da S.H.I.E.L.D.( Influências do Stan Lee e do Jack Kirby, claro), que ia de férias para as Galápagos para visitar a família mais velha, sei lá... o Omar era muito engraçado e uma verdadeira fonte de inspiração, para quando se tinha que adormecer um Menino que não parava um segundo.


Um ano hibernou e nunca mais o tornámos a ver. Permanece um mistério até aos dias de hoje, o que aconteceu com o Omar Lombrando . A teoria do balde do lixo é sem dúvida a mais coerente, mas eu continuo a pensar que ele era um agente da S.H.I.E.L.D. , que, quem sabe, ainda anda pelas Américas com o seu turtleneck, a salvar o mundo todos os dias, um dia de cada vez.





                                    

28 comentários:

  1. Os cágados repteis escrevem-se com acento.

    São animais fascinantes.

    beijos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Beijinho, Obrigada :):)

      Eliminar
    2. Passo para saber notícias do Omar.
      Ainda não voltou ?

      Beijinhos e ótimo ano!

      Eliminar
    3. Pois não... deve andar por destinos paradisíacos a beber martinis e desfrutar de belas companhias... My name is Lombrando, Omar Lombrando.

      Beijinho Pérola. Bom 2014

      Eliminar
  2. Por acaso quando comecei a ler o poste a minha cabecinha amarela pensou logo "Querem lá ver que é este que vai roubar pequena Cutxi à minha Pantera"

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. O Omar Lombrando era bem gajo p'ra isso ! Era um galã um D. Juan, um Casanova. Mas há que dar lugar aos novos e o Omar por esta altura do campeonato deve andar pelo céu dos cagados. Boa sorte para a Pantera ! :). Os meus pretendentes (os vivos, claro), ficaram-se pela triagem :):):):):):)

      Eliminar
    2. Olha! Afinal não se ficaram pela triagem ! Foram brindados com espectaculares stage names, muito mais adequados ao seu papel de jovens casadoiros. Ahahahahahahahahahahahahahahahahahahahah

      Eliminar
  3. Que história maravilhosa. Aposto que ele decidiu ir ver o mundo e um destes dias ainda envia um postal do México.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Quem sabe não se tornou pirata ?

      Omar, The Laggard :):):):).

      Eliminar
  4. Vem aí época de hibernação.

    Deve ser engraçado.

    beijos e bom domingo

    ResponderEliminar
  5. Que máximo :)
    A minha sogra tinha 2 em aquário, mas libertamos no Parque da Cidade... agora sim são mais felizes ;)

    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Relembro o Omar Lombrando com a melancolia e a incerteza de quem não encerrou um capítulo. Era um compincha aquele cágado. Beijinho, Sónia, e obrigada :):):)

      Eliminar
  6. Obrigado pelas visitas ao longo do ano de 2013.

    Desejo um Ano Novo muito feliz pleno de paz e muita inspiração.

    beijos

    :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Piedade. Obrigada pela sua amável presença. Aproveito para agradecer e retribuir os melhores votos para 2014. Saúde e paz, porque o resto a gente faz. Um beijinho da D

      Eliminar
  7. encantador relato, amiga!

    te deseo un año nuevo pleno de bendiciones, que tus sueños más hermosos se hagan realidad.

    un abrazo fuerte!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Gracia Patricia y bien venida. Bom 2014 para ti con salud y paz. Xi<3 D

      Eliminar
  8. Muy divertida e interesante tu historia. Yo también tengo de mascota una tortuga, aunque en realidad son tres...
    Saludos!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Siento que se haya perdido, pero creo que está en una misión secreta :) Un buen día LIVC

      Eliminar
  9. Tomando su tiempo, y disfrutando, style low life!!!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Como um buen Bond... :):):)
      Hola Encarna, bien-venida, e gracias por tus palavras.
      Xi<3 D

      Eliminar
  10. Boa tarde,
    Lindo animal de estimação, qual alimentação que lhe dá, será verduras? tenho varias fotos de cagados, para o meu gosto são lindo.
    Abraço
    ag

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva, boa tarde. Já não temos o Omar há alguns anos. Não era animal de "aquário", adorava carne e peixe crus, e pelava-se por uma bela tira de bacalhau demolhado. Não se usava comida própria para animais, mas tanto quanto sei, os cágados são carnívoros. Tinha o seu cantinho, mas andava em liberdade pela casa toda. Acredito que fosse um cágado feliz.
      Obrigada pelos visita.
      Abraço. D

      Eliminar
  11. Adorei sua escrita! Já sou seguidora! :)

    orasbolotas.blogspot.com

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Viva Yasmine, seja muito bem-vinda. Fique á vontade para ler comentar, ralhar comigo... :):)
      Xi-<3. D

      Eliminar
  12. Olá,MdRoque
    O Pai era avesso à gatos e aceitou o Omar Lombrando? hehehe! Pode acreditar, mas nunca imaginei a minha filhinha pedir um cágado como amigo de estimação e também, nunca me imaginei, afinal, estava morando em um apartamento...agora, já não sei,depois de ler a sua bela postagem e morar numa casa com quintal..
    Ah...sim , bem explicado o porque do nome "Um Eléctrico Chamado Desejo e Lawrence da Arábia."...e "ele" não deu mais nenhum sinal de vida? Será que arranjou uma bela companhia e foram fazer ca...ops .Puxa, sei bem como é isso, meus miaumigos costumam sair e sumir por uns dias...mas,logo estaremos recebendo as suas boas novas...creio nisso!
    Boa tarde e noite de domingo,Obrigado pelo carinho, belos dias, beijos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Um verdadeiro aguento secreto tem sempre múltiplas personas de reserva numa caixa debaixo do soalho. :):):):):)
      Resto de bom Domingo . Beijo. D

      Eliminar
  13. Com esse nome, só podia ser danado! Se você não tinha terra onde ele pudesse se esconder, com certeza "foi eliminado"! Ah, coitado! Eu tive um jabuti que também sumiu misteriosamente, achamos que tivesse sido roubado, mas pegamos o irmão dele saindo por um buraco por baixo do portão da rua (o jardim era todo em terra, sem acimentado algum) e aí achamos que o Jubileu tinha fugido por ali... Bjks Tetê

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. No calor da guerra, entrou numa fria... :):):):):)
      Lá no paraíso dos cágados deve estar risonho e feliz.
      Beijo Tetê, obrigada :)

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva