sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Maktub... ou só escritos mesmo....

" Já estava escrito"... e dito também...


Quando eu era (mais) nova, sempre que havia uma casa para alugar ou prestes a ficar vazia ( sim, que essa moda de casa própria é coisa relativamente recente, aí para 35 anos, vá) o senhorio ou dono do imóvel como preferirem, punha escritos nas janelas. Os ditos escritos eram somente quadradinhos de papel branco colados nos vidros que,contrastantes e chamativos, indicavam a vacância do local. 
Era um método simples e eficaz que publicitava por assim dizer, a iminente disponibilidade de um espaço , sem anúncios no jornal, mediadoras imobiliárias, Internet ou redes sociais. E a mensagem chegava sempre aos interessados e aos curiosos.




Estranhamente, na era de todas as tecnologias, os escritos voltaram a estar na moda. 
Há que reanimar o arrendamento urbano e os quadradinhos de papel branco são uma maneira simpática de o conseguir. Como método de informação visual e empírico que revive tradições centenárias, não poderia estar mais trendy nos dias de hoje.


A facilidade com que percebemos a ideia de espaço vazio pelo relance en passant de um quadrado de papel branco, remete-nos para a possibilidade de não estar muito longe o dia em que nos cruzaremos nas ruas das nossas aldeias, vilas e cidades com post-its brancos colados na testa. 


Resta a esperança que possa haver ainda maneira de revitalizar esse espaço devoluto.



6 comentários:

  1. Ahahahhahahahahhahhahahhahahhahahhahah
    Genial! :DDDDD

    ResponderEliminar
  2. a minha idade também me permite lembrar destes papelinhos brancos...não os tenho é visto! se regressaram , é porque deve ser um movimento vintage ou retro ou as duas coisas.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já se vêm em muitas janelas, talvez porque o aluguer ganhou terreno em relação á compra de casa própria. É curioso verificar que as tendências têm ciclos.

      Eliminar
  3. Salvem o Planeta da destruição! Adopte um Tsunami!
    Petição de salvação mundial. Passe a oitenta e dois blogs no espaço de 24 horas sob pena de fogos infernais e excomunhão eterna.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Só 82? A excomunhão contenta-se com pouco. Passe por aqui amanhã para ver se já ardi. Obrigada pela vista.

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva