sexta-feira, 4 de outubro de 2013

In - Veja !!!


"O invejoso emagrece de ver a gordura alheia" - Provérbio


E pronto ! Em época de dietas malucas - ainda hoje li sobre a dos coentros ( Palmier, a minha fonte diária de inspiração)- eu, D. Redonda ( o D é de D mesmo, e não de "dona" , caso tenham pensado por aí) vou-me dedicar à inveja. É fácil, é barato, não dá milhões, mas pode ser-se uma verdadeira sílfide, sendo invejosa.


Primeira fase : Encontrar um objecto para invejar, que cumpra o requisito do provérbio "  ver a GORDURA alheia" ... conheço pouca gente mais gorda do que eu, pelo que se me afigura tarefa hercúlea conseguir alguém  anafado, a quem possa deitar o meu olho gordo e aquele olhar esverdeado e fulminante, tão comum a todo o invejoso que se preze.
Á falta de melhor, vou olhar fixamente pessoas de rabo gordo, para ir praticando. Como não são propriamente gordas, só rabudas, não sei se funcionará porque ainda por cima terei que olhar disfarçadamente, não vá saltar alguma sugestão de segundas intenções. Era lindo, depois de velha ficar cunhada ...







Segunda fase:  Ter força de vontade. Muita força de vontade, e seguir o plano até ao fim. Acordar e invejar o leite gordo, os iogurtes gordos, o queijo gordo... invejar é a palavra do dia, desde o acordar até que ao deitar. Invejar o meu gato gordo, o pacote da manteiga, as barras da margarina,  o unto do varão do autocarro da LT, o óleo dos fritos ,a gordura do corrimão das escadas para o vestiário, a espécie de banha seca que se forma nos tabuleiros pretos depois de arrefecerem,  o sebo que se aloja na camisa branca ao fim do dia de trabalho, o creme gordo que me escorre da fachada e destrói por completo o trabalho de estucador no qual perco diariamente mais de meia hora da minha vida... invejar, invejar, invejar até rebentar !!!





Terceira fase: Manter o peso que se perdeu invejando avidamente a gordura alheia, com uma inveja de manutenção, que se deve usar diariamente olhando por exemplo para todo e qualquer azeiteiro que nos passe à frente com o olho de boga, ou à falta de espécimes, o que é difícil mas não impossível, ter sempre à mão  uma garrafa de azeite Gallo, daquelas que o Continente-online nos manda naquele saco com o nó, dos brindes e  ofertas ( não faz mal se não for extra virgem, boa ?) , para usar em S.O.S.









Está apostado ! Verão como sou capaz de grandes feitos!


Se no Natal não vestir o 44, não me chamo D !




















( Imagens retiradas da internet e modificadas para o efeito do post)

6 comentários:

  1. Invejar as gorduras não é humanamente possível. Não acredito, mas nunca se sabe se funcionará :)

    ResponderEliminar
  2. A sabedoria popular é inquestionável . Só pode funcionar. E eu sei bem do que falo, que já estou 5 gramas mais magra de tanto seboso que qui hoje !

    ResponderEliminar
  3. Assim também quero, sou capaz de alinhar.

    ResponderEliminar
  4. Primeiro temos que dominar a arte do Olho gordo, seja lá o que isso for. Eheheheheheheh

    ResponderEliminar
  5. "O invejoso emagrece de ver a gordura alheia" - Nunca tinha ouvido esse Provérbio, mas está muito bom!

    Sónia
    Taras e Manias

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A minha avó da parte do Pai era de Castelo Branco e falava por ditos tradicionais da região. A Avó Hortense foi a única pessoa que eu conheci que tinha os olhos realmente cor de violeta. Obrigada, Sónia e um grande beijinho da D.

      Eliminar

É aqui que me mandas dar uma curva