sábado, 3 de agosto de 2013

Criança que fui e mulher que sou ... e nada mudou...


"É possível viver quase sem lembranças e viver feliz, como demonstra o animal, mas é impossível viver sem esquecer." - Friederich Nietzsche







Como leitora assídua que sou de bons blogs, encontrei num deles  um post giro, ilustrado com  um postal que me trouxe gratas recordações dos meus teens.

Revisitar a adolescência nem sempre é boa ideia, porque não foi seguramente a época mais feliz da minha vida, nem de tantas vidas de tantas gentes. Os adolescentes são difíceis, incompreendidos e muitas vezes incompreensíveis e só conseguem verdadeiramente interiorizar essa realidade através da travessia da juvenilidade dos seus filhos e dos seus netos.


Exorcizar os demónios e caminhar ao mesmo tempo é um excelente exercício físico e também mental, podem crer que é...
Hoje resolvemos caminhar ( bastante), fomos reviver o passado e fomos ver mais mar.


Nunca me canso de ver o mar. É uma daquelas paixões assolapadas, o mar. O cheiro da maresia dá-me força e alegria e o som da rebentação das ondas é uma sonata com ritmo e velocidade encantadores.
A cor é duma beleza sem igual cheia de cambiantes e nuances que quando tocam no céu se envolvem nas mais perfeita simbiose da natureza.

O que viste tu, D , por detrás dos teus óculos à aviador ???
















Foi um passeio magnífico pelo passado, pelo presente, pelas lembranças e pelo esquecimento. 


Foi lindo.


Recomendo


6 comentários:

  1. Vim cuscar e adorei a paisagem e fiquei espantada pois não conhecia e é pertinho, pelo que pude ver no Google Maps

    ResponderEliminar
  2. Passei muitos fins de semana de Verão nas Azenhas, e apesar de ser já ali, nunca mais lá fui depois do meu pai morrer. Bateu a saudade e está TÃO igual que aflige. Mas sempre uma maravilha !

    ResponderEliminar
  3. A paisagem é deslumbrante e o percurso no eléctrico entre a Praia das Maçãs e Sintra, recomenda-se !

    ResponderEliminar
  4. Que bela sugestão.

    Belas fotos.

    Uma maravilha, fiquei de coração cheio.

    Beijos

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva