quinta-feira, 25 de julho de 2013

Só para mim !!!

"Eu tenho um grande medo dessa coisa de ser 'normal'." - John Lennon




Depois dos stresses todos dos tempos pré-enlace em casa e na Minha Guerra, viemos até ao sul recarregar baterias para enfrentar mais um ano de luta, poder ler , dormir, comer e , claro está, ficar que nem uma lontra, pois se já não preciso de caracterizar uma mãe de noiva aceitável, ás urtigas com as dietas.... claro que nado e ando a pé, principalmente para ir e vir do hotel para a praia e vice-versa, mas tenho o mês de Agosto para recuperar a silhueta cilíndrica que é a minha imagem de marca.





Ontem, depois de jantar e de ir passear a pé para a praia numa vã tentativa de fotografar o pôr do sol, entramos no Bar Lounge, onde o simpático entretainer entretinha a "bifalhada" com música portuguesa "ao vivo" com apoio dum coro  em playback.



Estava precisamente a cantar a "Nini dos meus 15 Anos", e os "bifes" estavam a prestar-lhe uma atenção estrondosa, agarrados aos iPhones e iPads, por ser aquela a zona do Wi-Fi por excelência.

Eu fiquei encantada por poder acompanhar a música, porque sou entendida nestas coisas  (Cof Cof) de músicas pré-históricas, sabia-lhe a letra que desavergonhadamente acompanhei enquanto rodopiava e dava à perna , e aplaudi estrondosamente no fim.




O entretainer  ficou indiferente aquela majestosa performance que reconhecia o seu esforço como músico de bar de hotel; a "bifalhada" nem levantou os olhos dos smartphones e tablets, e o marido e a filhs distanciaram-se confortavelmente,disfarçando laços familiares na contemplação duma vitrina  aguardando o resultado final.

Ninguém ligou puto.

Tal e qual a Nini, eu cantei e dancei só para mim... e chegou. Foi giríssimo!



4 comentários:

  1. Ahahahahahahahahah
    Grande Maria!
    :DD

    ResponderEliminar
  2. Foste bem mais feliz que os viciados, agarrados à Internet.

    ResponderEliminar
  3. Mas olha que ainda fiquei á espera de ver entrar dois tipos com uma camisa de forças... :):):)

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva