sexta-feira, 15 de março de 2013

Às voltas com a Lígua da Sogra: O Código dá 20...

"Os erros mais breves são sempre os melhores."- Moliére





... Dar,já não dá, mas já deu... deu 20 minutos de seca e um melão brutal.

É facto provado que Sogra anda cansada das ideias. 

Não sendo de todo supersticiosa, a Sogra não crê em bruxas, mas acredita que as há por todo o lado, de todas as cores, formas e sexos.
O ano 13 do século XXI está a fazer jus à sua famigerada reputação de número aziago e não trouxe ainda nada de bom. De qualquer modo, a Sogra que é uma pessoa que pensa quase sempre positivo, aplica a teoria da psicologia invertida ao célebre provérbio "Entradas de leão saídas de sendeiro" e espera sinceramente que os fins justifiquem os meios... e os começos também.

Andando a Sogra de cabeça à nora e meio aluada, protagoniza situações caricatas recorrentemente.
 Ainda há dois dias, voltou a Sogra a embaralhar-se com o código da potra da rua e para não cair no ridículo da primeira vez, foi dar uma volta, para assentar as ideias e arejar o pensamento.

Toda a gente vive em função de códigos. Códigos de conduta, códigos de trabalho, códigos da estrada, códigos de Multibanco, códigos de telemóvel... códigos e mais códigos.

 Há uns tempos, vindo a Sogra com os alforges carregados depois de mais uma incursão pelo SuperCor, arrastou-se e mais à carga até à porta da rua e marcou o código. Acendeu a luz vermelha e nada aconteceu. A Sogra olhou para aquilo, qual burro a olhar para um palácio, e pensou para consigo   " 'Tá-te a dar, ou quê ??", respirou fundo e tornou a introduzir os quatro dígitos. Mais uma vez, luz vermelha, e nada...   " Fogo, não me faltava mais nada !"... e tentou uma terceira vez, depois dum momento de quase meditação e concentração, e imbuída de todo o positivismo que conseguiu concentrar... nada, zero, népia, néria, zilch, rien...
Tentando controlar a fúria que a assaltava, a Sogra tocou para a porteira para lhe pedir que abrisse a porta. Nada... ninguém em casa. Proferindo cobras e lagartos sobre a situação, a porteira e o raio que partisse aquela treta toda, decidiu a Sogra tocar às campainhas, como um bom distribuidor de folhetos publicitários e pedir que lhe abrissem a porta.
Neste ponto, convém explicar que  Sogra é uma pessoa sempre muito ocupada com as suas rotinas e tem muito pouco tempo para socializar na escada, pelo que não conhece 50% dos vizinhos do prédio, nem de se cruzar na escada ou no elevador, pois a Sogra não tem horários como as pessoas normais. Assim sendo, e sendo o oposto também verdade, como poucos vizinhos conhecerem a Sogra mesmo que seja de vista, ninguém respondeu ao toque da campainha.
A Sogra começou a ficar passada dos carretos e resolveu telefonar para a administração do condomínio na pessoa do Marido e disparar rajadas sucessivas de impropérios, que ilustravam o seu estado de espírito no momento.
O Marido da Sogra, que conhece o bicho há quase 35 anos, acalmou a fera, falou mansamente, repetiu palavras brandas e , quase em slow-motion, fez a Sogra introduzir o código de quatro dígitos que repetia com voz profunda e hipnótica.  E foi então que   MILAGRE, após premir Enter, a porta abriu !!


A Sogra lá subiu para o seu 9º andar, a contar vindo do céu ainda a fumegar, largou a tralha na cozinha e foi para o duche, para arrefecer a caldeira do juízo, que ainda fervia de indignação.
Já estava a Sogra a vestir-se quando um pensamento a tomou de assalto e a fez reviver toda a situação, fazendo com que chegasse às lágrimas, tal era a sua consternação : a Sogra insistiu vezes sem conta em introduzir os quatro dígitos do seu ano de nascimento ( número que usa como código para fins diversos) para abrir a porta da rua, sem lhe ter sequer ocorrido que o raio do código não era aquele. Não havia nada de errado com a porta da rua, a Sogra é que estava a bater mal e como boa Sogra que é, tal nem sequer lhe passou pela cabeça!

2 comentários:

  1. Isto de ser sogra é complicado.

    Há manual da sogra?

    beijinho

    ResponderEliminar
  2. Saber ser Sgra é uma arte enciclopédica,mas deve haver um manual para principiantes... bem que eu podia ter começado por aí... :):):)

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva