quarta-feira, 20 de fevereiro de 2013

Ás Voltas com a Língua da Sogra : It

"Que ideia a de que no Carnaval as pessoas se mascaram. No Carnaval desmascaram-se." - Vergílio Ferreira



Estes dias não têm sido fáceis para a Sogra : Mortes, doenças, mal-estares, torpores...

A Língua da Sogra tem estado bastante inactiva ultimamente. Até mesmo o bicho Sogra tem que ser Mulher do Marido, Mãe da Filha e Filha da Mãe ( como um bom Ministro, a acumular funções), e o multitasking obriga a tantas andanças, que a Sogra considerou seriamente ir até ao Banco do Tempo pedir um empréstimo a fundo perdido... Como está na moda contrair avultados empréstimos e deixá-los para  que os outros os paguem, à Sogra praí 15 anitos já lhe davam um jeitão para acertar a vidinha, que a dívida depois havia de ser imputada aos impostos de outrem...


A Sogra nunca foi uma apreciadora de Circo, se bem que tenha lidado com palhaços mais de dois terços da sua vida. Se algo no Circo lhe prendia a atenção eram os malabaristas, os contorcionistas e os equilibristas, e seguramente com eles muito aprendeu para conseguir durante todos os meses da sua vida adulta, atravessar o deserto das calendas sem chegar quase morta ao ponto de partida.
Aos que tiram coelhos da cartola e têm sempre uma ou mais cartas na manga, nunca a Sogra achou muita piada, pois ilusões e enganos não enchem a barriga... mas enchem a paciência ...

A Sogra, quebrando o protocolo que estabeleceu no seu antro de surucucu de que só saberá das "Gordas" em 2ª mão e pela narrativa explicativa e resumida do Marido, ontem viu as notícias.
 Ou seja, começou por ver as notícias e desistiu passados minutos.
Nunca, durante os seus mais do que muitos anos de vida ( nem durante os acesos discursos, do triunvirato O Louco, O Rouco e O Oco) observou a Sogra tamanha palhaçada por parte dum daqueles que se diz ao leme desta jangada à deriva, no extremo ocidente da Europa.
Nem o ex autarca de Ranes, paradigma da boa disposição televisiva conseguiu alguma vez transmitir uma mensagem tão ridícula...

Palhaçada


A Sogra entrou em choque. Teve VERGONHA. Amaldiçoou o D. João Duque de Bragança, porque se não fosse por ele, agora era espanhola e não estaria a passar por isto...  depois pensou melhor e disse para consigo  :
     "- Chiça ! espanhola não, caramba!", e amaldiçoou o Napoleão Bonaparte e os seus jobs for the boys, que puseram três incapazes à frente das Invasões Francesas... se agora fosse Francesa, não estaria a passar por isto... de novo pensou melhor e disse para consigo "- Fogo! Francesa também não, gaita!", e amaldiçoou o Salazar por não ter tido cojones para se assumir alemão durante a 2ª Grande Guerra, porque se não fosse por isso, agora seria alemã, e não estaria a passar por isto...

Esta ultima ideia deixou a Sogra completamente em pânico, porque lhe agradou sobremaneira... Não a ideia de ser alemã - que nojo... a Sogra toma banho e nem gosta de salsichas ou sauerkraut - mas a ideia de poder criar uma ideologia universal em que a supremacia duma raça imperava e acabava com as raças inferiores... um ati-neoliberalismo, confortou a sua tormenta interior, como uma solução balsâmica sem vinagre.. Era pegar neles todos e dar-lhes o tratamento das 3 Câmaras : Arrancam-se da frente das Câmaras, passam-se pela Câmara de gás e acabam em Câmara ardente... era capaz de correr bem...

... E a Sogra, imbuída de estranhos mas reconfortantes pensamentos, depois de 6 dias de correrias e atribulações, não querendo de modo algum endeusar a sua condição de Sogra, por ser o 7º dia, descansou.

4 comentários:

  1. Ai Sogra!
    Que maravilha tu operaste aqui!
    Tanto dito, em tão pouco!
    Clap, clap, clap!

    ResponderEliminar
  2. Ai Sexinho, Sexinho... Reviver o Batatoon.... E o pensador é outra alimária que tal...

    ResponderEliminar
  3. Sogra, adorei o seu post!

    Atrevo-me a acrescentar que "isto" começou mal logo com D. Afonso Henriques, que bateu na própria mãe!

    ResponderEliminar
  4. Só prova que os nossos governantes sempre tiveram pancada ....

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva