sábado, 29 de dezembro de 2012

Oops ! I did it again !!!



"Mas o que sou eu então?
 Uma coisa que pensa.
 E o que é uma coisa que pensa?"- René Descartes


Quem me conhece pessoalmente, ou mesmo só desta coisa dos blogs, de ir aqui e ali de vez em quanto escrever umas larachas, tem-me como uma pessoa perspicaz qb , que vai dizendo umas coisas acertadas e com algum humor.

Eu, com toda a modéstia que me assiste,  considero-me muitíssimo mais astuta e sagaz do que qualquer um poderá imaginar ( parafraseando um "Influente" blogger :"Cof Cof" ) … ainda as ideias vêm no ar e já as estou a apanhar, e raramente há algo que escape à minha análise meticulosa e mordaz. Olho de lince, língua afiada, toma e embrulha…

A minha percepção do Mundo é astuta e sempre vigilante… SEMPRE vigilante… SEMPRE



Aqui há uns tempos fui com o Marido às compras numa grande superfície comercial. Enquanto ele com as lunetas empoleiradas na ponta do nariz, procurava o 560 nos códigos de barras dos produtos, eu ia seguindo calmamente a dissertar sobre as propriedades e benefícios das bagas Goji. Depois de pesar duas beringelas, três courgettes e um pimento de cada cor enquanto tagarelava alegremente, agarrei-o por um braço e impeli-o na direcção dos escaparates das frutas uns passos mais à frente. Realmente na altura surpreendeu-me bastante a sua relutância e forte resistência em me acompanhar...  
Que raio é que o prendia à caixa dos tomates chucha ?!? Já tínhamos concluído que não eram Espanhóis e inclusive pensei que ele andava com os tomates na mão… num saco que tinha ido pesar. Chiça, pah, que coisa ! Voltei-me para ele ao mesmo tempo que proferia pespineta : “ ’Tão ??”
… e foi quando dei de caras com um perfeito  desconhecido, completamente apavorado por estar a ser arrastado com alguma violência por uma maluca que falava sozinha e lhe perguntava se tinha os tomates pesados… alguns metros atrás, o Marido tinha a cara mais vermelha do que os ditos que trazia no saco, de tanto rir à custa da minha atrapalhação…

Está visto que daí para a frente em todas as reuniões de família, a “Cena dos Tomates” passou a ser contada e recontada até à exaustão.




Tudo bem, que rir é saudável e é bem feito, porque que a displicência deve ter um preço, e como diz o ditado " À primeira, qualquer cai; à segunda, cai quem quer... por isso, "barracadas", no more...para além de que eu tenho que manter os meus padrões, ora essa !!




Ontem… pumba ! Here I go again … no balcão de reclamações duma outra superfície comercial, quando confundi um rapazola  com o meu Genro-to-be, o agarrei por um braço e lhe chamei “filho”… bem, nem queiram saber a cara que me fez… assim tipo “Olha olha a velha maluca a ver se me engata… Arrgghhhhh”… Credo! Eu , uma Cougar !? … quando o único Cougar que conheço é ( ou era) o Mellencamp !!!!

Ritalina,já ! … antes que me aconteça trazer para casa o Brad Pitt e deixar o Marido sufocado debaixo da filharada da Angelina Jolie !

9 comentários:

  1. És perspicaz?! Preciso de ti no meu blogue! :) Podes ir lá dar um vista de olhos?

    DESBOCADO!

    ResponderEliminar
  2. Ahahahahahahah Maria!
    Então foi esta a cena dos tomates!
    Ahahahahahah
    E fizeste o mesmo outra vez?!
    Do melhor!
    Ahahahahahahah

    ResponderEliminar
  3. Pah... é da PDI... fazer o quê ?

    ResponderEliminar
  4. Maria D, quem te garante que és uma cougar e não uma MILF? Às tantas, o rapazote ficou a pensar: "Hmm, o que será que ela viu me mim - será que estou à altura?" Ahahah

    ResponderEliminar
  5. Teria então que ser uma DILF... Sendo o D não o meu D de disquiet, mas D de Donut ... Eheheheheheheh

    ResponderEliminar
  6. pássaro viajeirodezembro 30, 2012


    E depois diz que não vai ser uma sogra má, que vai ser muito boazinha e tal e coiso.
    Pois, está-se mesmo a ver.
    Isso é já o instinto de sogra a fumegar, Ainda não casou e já o quer trocar por outro. Coitado do rapaz.
    O marido, pois, lá está; também não me admiro nada. As mulheres olham lá para os maridos? Só reparam neles quando precisam.
    Fosse para passear o cão ou mudar a areia ao gato a ver se se enganava.

    ResponderEliminar
  7. Que passarão que este pássaro me saiu ! Ehehehehehehehehe .... O Marido saiu-me numa rifa há 35 anos, por isso, is a keeper e máinada !! O Genrinho também já teve tempo para se habituar á nóia familiar e não estranha nada. :D:D

    ResponderEliminar
  8. priceless!

    homem sem blogue
    homemsemblogue.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  9. pelo k tenho lido, sinceramente se tivesse uma sogra assim despaxava-a num instante ou melhor fazia lhe o mesmo quadro que anda práki a pintar! LIVRA coisa sem geito!!

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva