quarta-feira, 17 de outubro de 2012

Smile ! :D :D :D


Solitude

Laugh, and the world laughs with you;
Weep, and you weep alone.
For the sad old earth must borrow it's mirth,
But has trouble enough of its own.
Sing, and the hills will answer;
Sigh, it is lost on the air.
The echoes bound to a joyful sound,
But shrink from voicing care.

Rejoice, and men will seek you;
Grieve, and they turn and go.
They want full measure of all your pleasure,
But they do not need your woe.
Be glad, and your friends are many;
Be sad, and you lose them all.
There are none to decline your nectared wine,
But alone you must drink life's gall.

Feast, and your halls are crowded;
Fast, and the world goes by.
Succeed and give, and it helps you live,
But no man can help you die.
There is room in the halls of pleasure
For a long and lordly train,
But one by one we must all file on
Through the narrow aisles of pain.

Ella Wheeler Wilcox


Não acredito que haja muita gente com motivos para sorrir.



O saudoso Raul Solnado, na sua fase musical, gravou um 45 rpm com uma espanholice que se chamava “Es preferible…  reir que llorar”, e deixou como reminder a todos nós,  uma frase memorável : “Façam o favor de ser Felizes”. 







Ora como é certo e sabido que tristezas não pagam dívidas, e que a “nossa” é um Buraco Negro, de que é que seve baixar os braços e enterrar a cabeça na areia ?? Ostrich syndrome é coisa que não me assiste… como diz o Simba ( sim, porque eu vejo filmes de autor) eu rio na cara do perigo, da desgraça, da intolerância, da estupidez, da incompetência.


E é assim que tem que ser. Durante 40 anos de ditadura foram as anedotas, as piadas com duplo sentido, os guiões do Teatro de Revista  (que o Pai me levou a ver ao Parque Mayer), a Parada da Paródia, o Graça com todos, o Vira o Disco, o Teatro Trágico (programas radiofónicos dos saudosos Parodiantes de Lisboa),  que a brincar a brincar diziam as verdades e consciencializavam o povo para a realidade do País.







É por isso que temos que sorrir!  Temos que rir, temos, que gargalhar da desgraça, porque não está sempre atrás da porta e se está , toca a enxotá-la !!





Vamo-nos rir da chuva, e dizer-lhe que está chover no molhado ! Vamo-nos rir do sol, que diz que quando nasce é para todos, e mostrar-lhe que alguns são mais todos do que os outros todos ! Vamo-nos rir da lua, e dizer-lhe que estamos com ela…e de pedra e cal ! Vamo-nos rir do Mar, que diz que há ir e voltar, mas para nós só tirou bilhete de ida!  Vamo-nos rir do Céu, que se diz sempre azul, mas agora tomou-lhe o gosto pelo crepúsculo laranja, e parece que nunca mais  muda !  Vamo-nos rir do vento e dizer que já nem sopra nada de jeito… só se sente uma Brisa ! Vamo-nos rir do Mundo e dizer-lhe que já não o melhor do dito e arredores! Vamo-nos rir do tempo e dizer-lhe "I'm Watch-ing you"! Vamo-nos rir da Crematística e dize-lhe que ainda acabará cremada ! Vamo-nos rir de Portugal e dizer-lhe que nos havemos de voltar a ver na Shutter Island ….





Não é a raiva que faz a mudança: é a determinação, a audácia e o sentido de humor. E nós temos tudo isso dentro de nós, só temos que abrir a porta ,  deixar fluir e dizer o que temos para dizer ... e o Mundo sorri...

9 comentários:

  1. Bonito texto. A mudança começa sempre por nós. É tudo uma questão de escolhas e se todos escolhermos sorrir, quem sabe a lei da atração não nos presenteia também com um bonito sorriso. Temos que começar por algum lado e de alguma forma. Sorriso!

    ResponderEliminar
  2. Também penso que sim, Bé ! Obrigada pelo apoio. :D

    ResponderEliminar
  3. Até me arrepiei!
    Sorrindo (hoje um bocadinho amarelo...)

    ResponderEliminar
  4. Tu, piquena, faz o favor de arrebitar, que o MQT está já ali, à distâcia dum click, com um sorriso para ti do tamanho do Mundo ! :D:D

    ResponderEliminar
  5. Do tamanho dele Maria; ele é o meu Mundo!
    Obrigada pelo carinho das tuas palavras!
    Hoje estou só um bocadinho perdida mas daqui a nada já arrebito; prometo!
    Entretanto para nos ajudar a sorrir encontrei isto que quis partilhar contigo!
    Um beijo enoooooorme!
    http://www.youtube.com/watch?v=p32OC97aNqc&feature=player_embedded#!

    ResponderEliminar
  6. Ahahahah... ninguém no mundo pode ficar indiferente a esta tenrura risonha !!! :D:D

    ResponderEliminar
  7. Rir é de facto o melhor remédio e depois de ler este post não posso deixar de sorrir e de rir!! Gostei muito!

    ResponderEliminar
  8. Como eu precisava de mergulhar neste banho de otimismo.

    Espero que tenhas razão.
    No entanto, tenho de confessar que me tenho sentido muito frustada e triste últimamente.
    Vou pensar em ti e nas tuas palavras.

    beijinho

    ResponderEliminar
  9. Como eu precisava de mergulhar neste banho de otimismo.

    Espero que tenhas razão.
    No entanto, tenho de confessar que me tenho sentido muito frustada e triste últimamente.
    Vou pensar em ti e nas tuas palavras.

    beijinho

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva