sábado, 27 de outubro de 2012

A Montanha Mágica


“Conheço muitos que não puderam quando deviam,

 porque não quiseram quando podiam.”

François Rabelais



Há lá melhor prazer na vida do que comer ?

Pois, dirão vocês, claro que há !

Ora, direi eu, é tudo uma questão de prioridades…


Cenário nº 1 : Uma piquena chega a casa cansada, farta de ver gente e ouvir barulho, com dois salgados,  um sumo e 4 cafés no bucho, ducha-se… e faz o quê ? Veste uma lingerie sexy e espera que o Marido chegue, deitada languidamente em posse provocante ?-  Uéééééée -  ERRADO ! – Não está para aí virada! Está resmungona, irritada e irritante, e com vontade de dar um pontapé ao desgraçado do gato que está ronronar e a pedir festinhas…




Cenário nº 2 : Uma piquena chega a casa cansada, farta de ver gente e ouvir barulho, com dois salgados,  um sumo e 4 cafés no bucho, ducha-se… e faz o quê ? Veste-se confortavelmente, vai para a cozinha, põe o avental do Manneken Pis e prepara uma boa refeição – tosta com ovo, maionese e ovas de salmão ( o caviar dos pobres),

 penne rigate com um molho de pesto cujo aroma a manjericão fresco toma todos os sentidos de assalto, nuggets de frango panados com amêndoa ralada, salada mista com dressing de mostarda, mel , balsâmico e miolo de nozes ,

 e para sobremesa, trifle de frutos silvestres,
tudo acompanhado com sumo de melancia,  laranja, limão e morangos… 



...na prateleira do meio do frigorífico ainda repousa um fresquíssimo requeijão de Seia e uma embalagem de uvas pretas sem grainha; no despenseiro estão religiosamente guardados dois frascos de doce de abóbora com nozes da Tia Dores… just in case…. 



 Depois de se oferecer e às papilas gustativas uma experiência única , inolvidável e de inebriante  deleite, e de se sentir relaxada, espreguiçada e de bem com o mundo , aí sim, os sentidos estão despertos e irrequietos, prontinhos para o trick or treat, e como já tiveram treats… leeet’s beee  trickyyy!!!!!




Pois, e tal,  é tudo muito giro, mas a montanha de gordura que se acumula na linha de cintura e que contraria qualquer estilo ou tendência da moda é o preço a pagar pelos momentos de prazer intenso que a pantagruélica degustação proporcionou.  É um alvo a abater, mas é um alvo difícil. É abominável tentar fazer abdominais. Pessoalmente, estou quase a conseguir concluir  o meu primeiro ! É escusado ! Todos os esforços são em vão … a balança não mente e foram 5 quilos á viola, mas a montanha de banha continua a circundar-me magicamente, como se de uma bóia salva-vidas se tratasse. Dizem que ande a pé , que faz bem… até parece que passei  a vida a andar de gatas, ou a fazer o pino. Ginástica localizada… Depois de muito procurar no Google Maps, ainda não a localizei… Ó pá… quero lá bem saber destas tretas todas. Para o ano faço dieta, e seguramente não vai ser porque escolhi fazer. Até lá que se lixe. Acabei de fazer arroz doce, e o cheirinho a canela está a tirar-me do sério… Bye !!

14 comentários:

  1. Até já fiquei com fome, então quando chegou ao arroz doce, foi o fim. Que se lixe as gorduras.

    ResponderEliminar
  2. É muito difícil fazer dieta num país com uma gastronomia tão rica como o nosso!! Como dizer que não ao belo pão-de-ló de Ovar, aos Pasteis de Belém, às francesinhas cá do Porto ou a outras delícias que nós sabemos tão bem fazer. Adoro comer e dieta é palavra que não faz parte do meu vocabulário...uma roupita mais larguinha, cores mais discretas disfarçam as gordurinhas a mais! :))

    ResponderEliminar
  3. Pensava que ias falar de Thomas Mann (A montanha mágica) e vai-se a ver e era tudo acerca do que sempre digo; apesar de "um minuto na boca, toda a vida nas ancas", quero que se lixe!
    Perdoe-se o mal que faz, pelo bem que sabe!

    ResponderEliminar
  4. ... doce de ovos de Aveiro, toucinho do céu... ai ai...
    Li a Montanha Mágica praí há 10 anos e confesso que gostei, mas não sou intelectual QB para dedicar um post a um livro/ autor que agora anda de novo na berra... :D:D:D ... francamente, nem sei se tinha pachorra para pegar no Thomas Mann outra vez...

    ResponderEliminar
  5. A mim o que me choca é que não li nada sobre massa folhada, alheira, ou gelados com leite condensado... tudo demasiado saudável.

    ResponderEliminar
  6. Beemmmm RCA... nem me fales em alheira, que são 11 da manhã... o Genro-Mais-Novo é de Mirandela, got it ????

    ResponderEliminar
  7. Bom, mas nesse caso há que espalhar o bem e o genro mais velho que começo a indicar quais são os fornecedores de confiança... nada de picante, que me perturba o estômago. Obrigado!

    ResponderEliminar
  8. O Genro - Mais - Novo é que é de Mirandela, e tudo com que presenteia a sogrinha (tipo alheiras de caça...mmmmm) são de fabrico particular e artesanal. O Genro- Mais- Velho tem ascendência Angolana ... Cachupa mmmmmm... Não estás bem a ver... Também é treinador nas escolas Sporting, mas daí ainda não provei quitutes bons (amanhã vou ser linchada...for sure... Eheheheh)

    ResponderEliminar
  9. E eu aqui a pensar que só eu é que aproveito o fim de semana para fazer "pecados"! Estou solidária, que se lixe mesmo! Beijinho

    ResponderEliminar
  10. Adorei! Então estas pérolas são o máximo:
    - "Estou quase a conseguir acabar o primeiro abdominal"
    - "Até parece que passei a vida a andar de gatas"
    Ahahahaha!

    ResponderEliminar
  11. Pois, como tudo na vida é uma questão de prioridades.
    Se realmente a gordurinha te incomoda e é teu objectivo matá-la então toca a cortar nas rações.
    Podes comer de tudo, mas em quantidades minúsculas.
    Só pões na boca o suficiente para sentires o gostinho, mas antes já bebeste água e comeste uma salada sem molhos ou uma sopa reconfertante.
    Tenho seguido esta linha, como de tudo e já perdi 5 kg.

    Comecei a comer em pratomais pequeno.
    É tudo uma questão de doses e não te deixares chegar a pontos de fome intensa. vai comendo.
    Traz peças de fruta na mala, umas bolachas pouco calóricas e vai trincando...

    Beijinho e deixaste-me a salivar!

    ResponderEliminar
  12. Pois, como tudo na vida é uma questão de prioridades.
    Se realmente a gordurinha te incomoda e é teu objectivo matá-la então toca a cortar nas rações.
    Podes comer de tudo, mas em quantidades minúsculas.
    Só pões na boca o suficiente para sentires o gostinho, mas antes já bebeste água e comeste uma salada sem molhos ou uma sopa reconfertante.
    Tenho seguido esta linha, como de tudo e já perdi 5 kg.

    Comecei a comer em pratomais pequeno.
    É tudo uma questão de doses e não te deixares chegar a pontos de fome intensa. vai comendo.
    Traz peças de fruta na mala, umas bolachas pouco calóricas e vai trincando...

    Beijinho e deixaste-me a salivar!

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva