segunda-feira, 4 de junho de 2012

A Caravana - II


Solingen , perto de Colónia, na Alemanha, era em 1970 uma pequena cidade conhecida como a “ Cidade das Lâminas” , fama que granjeou pelos artefactos em aço com um sem número de aplicações que produzia. Übenstrasse era o Restelo lá do sítio: casinhas mimosas, com jardinzinhos mimosos e floridos, baloiços, gnomos e casas para pássaros. A Line , formada em Germânicas, trabalhava no seu mestrado e também como au pair. Por essa altura, a Frau Engelhardt  estava num cruzeiro , e assim , com seu consentimento, ocupámos as premissas.

Sempre dados a ambientalismos, os alemães faziam limpezas periódicas á canalização urbana, alturas em que, o depósito de água constante em cada casa e sempre higienizado, era cheio por camiões cisterna, para se poder proceder às limpezas sem afectar a população, que era avisada telefonicamente pelos respectivos serviços nesses dias cedo pela manhã.

Pois que nós fluentes poliglotas, que de alemão só sabíamos dizer Ja e Aufwiedersehen , depois de não conseguirmos decifrar o teor do primeiro telefonema, resolvemos por unanimidade deixar o telefone fora do descanso. Só quando a mãe reparou que a água estava quase só a gotejar na torneira é que começámos a associar as coisas, mas já era tarde.

Eu, o pai,  o mano do meio e a tia , propusemo-nos a ir ao supermercado e trazer garrafões de água, enquanto a mãe ficava a tratar do Menino. O problema é que a mãe estava morta de sede e não havia gota de água em casa. O pai propôs que tomasse dois golos  de cerveja ( inesquecível Becks !! ). Nunca, mas nunca poderei esquecer a cena dantesca que presenciámos no regresso : O bebé chorava a plenos pulmões, e a mãe também, meia sentada meia de gatas, no fundo da escadaria, sem conseguir encontrar maneira nem força para a subir…

Com todos os garrafões de água, recompusemos a situação até á manhã seguinte, mas a relação da mãe com a cerveja, levou muitos anos a recompor-se, e ficou longe de ser pacífica.

3 comentários:

  1. Ahahahahahahahahaha
    Ps- Ai o raio do rot!

    ResponderEliminar
  2. Vês, sem os óculos nem escrever sei e não sei onde os meti!
    O que eu queria dizer era ROBOT
    Ps- Ai outro!

    ResponderEliminar
  3. Acho que moderando os comentários não tem que se escrever essas coisas diabólicas. Já alterei.

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva