quarta-feira, 30 de maio de 2012

As Pérolas

A expressão "fechada como uma ostra" nem sempre corresponde àquilo que é suposto ser o seu significado : pessoa tímida, pouco expansiva. Eu sou o paradigma dessa incorrecção, pois que não me considero mesmo nada uma ostra, e produzi duas pérolas espectaculares : a Pérola Maior e a Pérola Menor.
A Pérola Maior foi a primeira e o ai Jesus de todos nós, que a estragámos com todos os mimos constantes no Léxico da Língua Portuguesa. Nunca foi uma fortaleza e pregou-nos ( e ainda vai pregando) sustos de morte. Tem uma beleza muito própria, sóbria, intelectual e brilhante. É duma inteligência sólida mas refrescante, e corresponde sempre às espectativas. É a minha filha.
A Pérola Menor é a minha história da Branca de Neve, sem maçãs. É o meu espelho mágico que me leva de volta no tempo e me faz sonhar. Sabe o que quer , como quer, e luta para o conseguir. Tem uma mente brilhante, que vocacionada para as áreas certas, consegue prodígios. É um espectáculo. É a minha menina.
... e eu, neste solarengo 9º andar, a contar vindo do céu, penso nestas dádivas de Deus, e pergunto como é que posso reclamar da vida se sou tão feliz ?!?

5 comentários:

  1. Posso discordar? Visto que isto é um bloq sério :), vamos lá ser objectivos. embora a minha querida prima Andrea me tenha surpreendido muito como pessoa, em que claramente está uma pessoa diferente :-), a descrição esta demasiado fantastica. a Renata merecia uma descrição menos twilight. bjs.
    zé carloa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. A Andréa está exactamente exacta, passe o pleonasmo, porque eu , a tal ostra reprodutora, e como qualquer artista que se preze, sei melhor do que ninguém como explicar as minhas obras de arte. O mesmo vale para a Renata. Grandes personalidades explicam-se por poucas palavras. A ti meu querido sobrinho, muito agradeço a contribuição. Criticas são sempre bem vindas

      Eliminar
  2. Comentar blogues de outras pessoas é uma atividade difícil e, por vezes, perigosa, principalmente quando não temos completo conhecimento dos factos.
    Quando alguém escreve um blogue pessoal, fá-lo com o objetivo de partilhar experiências e opiniões, o que faz com que, muitas vezes, se escreva de forma exagerada, exacerbado aquilo ou aqueles de que escrevemos. No entanto, nunca nos podemos esquecer que o que lemos é a opinião e o ponto de vista de quem escreve.
    Por isso, meu querido primo Zé Carlos, muito estranhei o teu objetivo comentário, uma vez que, aquilo que está escrito é a opinião da minha mãe, aquilo que para ela eu e a minha irmã somos, aquilo que para ela representamos. Além disso, já devias saber que, as pessoas são como Icebergs: só 10% está à superfície e os restantes 90% estão debaixo de água. Isto é, os 10% são aquilo que damos a conhecer a quem connosco convive esporadicamente e os restantes 90% só damos a conhecer àqueles com quem partilhamos o nosso dia-a-dia e a nossa intimidade. Assim, meu querido primo, apesar de todo o magnífico convívio que temos tido, só posso dizer que não nos conheces o suficiente, nem a mim, nem à Renata. :)

    ResponderEliminar
  3. Tens um tesouro.
    Cuida dessas preciosidades...com muito amor!

    Parabéns,mamã!

    As Pérolas são lindas e perfeitas.


    Beijinho

    ResponderEliminar
  4. querida Pérola, obrigada... são o meu bem mais precioso :):)

    ResponderEliminar

É aqui que me mandas dar uma curva